Wolverine como ele é…e como deveria ser!

wolverine-como-ele-c3a9-2

Atenção, jovos e jovas, preparados para o maior post que este site jamais viu? Então apertem os cintos e vamos lá!

Bem, o post a seguir não será novidade para muita gente que me acompanhou em meus tempos de blogueiro solitário. Ele saiu em duas partes no Hellbolha e, como Logan é o assunto do momento, resolvi que seria a hora de aproveitar o alcance INTERGALÁTICO dos Superamiches e relembrar aqui. No entanto, ao invés de dividir em duas partes outra vez, eu irei dar uma tiro só e emendar as duas partes aqui, já que já está tudo prontinho, bonitinho e cheirosinho. Portanto, me acompanhem nessas mais de 3 mil palavras esmiuçando os erros e acertos feitos com o Carcaju com o passar dos anos.

Wolverine Como ele é: Origem.

 

“O Despertar da Fera”. Um título cheio de promessas…

Bem, nada mais justo do que começar pelo “suposto começo”. Quem acompanha as histórias do carcaju à muito tempo sabe que ele não lembrava muito de seu passado e isso sempre foi o estopim para várias histórias de merda que sempre envolviam implantes de memória e mudanças constantes no passado do velho Logan. Depois de muito cabaré, Paul Jenkins resolve que é hora de contar a “origem definitiva” do personagem e nos entrega, ao lado do desenhista Andy Kubert e do colorista Richard Isanove, Wolverine: Origem, uma mini-série em 6 partes com uma arte bacana, uma linda pintura digital…e um roteiro MEDONHO!

Wolverine_origin1

Na história conhecemos o jovem e doente James Howlett, filho de John Howlett, um homem bem sucedido mas que vive em pé de guerra com o pai e tem uma esposa mentalmente instável. Também conhecemos a narradora da história, Rose, uma jovem ruiva que toma conta do pequeno James. É através das anotações em seu diário que conhecemos um pouco mais cada personagem que vive na mansão Howlett, bem como os que vivem ao seu redor, como o caseiro Logan (!) e seu filho, o pestinha chamado apenas de Cão.

A partir de agora eu vou despejar spoilers, então se você ainda não leu e pretende fazê-lo, pare por aqui!

A história, inicialmente, se desenvolve mostrando a conturbada relação de amizade entre James, Rose e o imprevisível Cão. Enquanto James desenvolve um amor puro e inocente por Rose, dada a sua criação cheia de cuidados e sua natureza frágil, Cão demonstra seu amor pela moça de uma forma mais agressiva, fruto da criação dura e violenta que seu pai lhe deu. Porém, como Rose tem mais cuidados com o pequeno James (afinal, ela está ali pra isso) Cão acaba desenvolvendo um ciúme doentio o que o leva a tentar atingir James de todas as formas e maneiras possíveis, seja com agressão fisíca ou mesmo psicológica, como quando ele mata o cachorro de estimação de James a sangue frio bem diante de seus olhos. Essa atitude, aliás, é a responsável por desencadear toda a série de eventos que viria a destruir a família Howlett, já que descobrimos que o velho Logan sentia inveja de tudo que John tinha, inclusive de sua esposa, pela qual Logan era apaixonado. 

Thomas Logan, o pai do Cão. Lembra alguém...?

Thomas Logan, o pai do Cão. Lembra alguém…?

 

Após ser expulso da propriedade dos Howlett, Logan resolve que é hora da vingança. Ele planejar roubar o cofre da mansão e fugir com Elizabeth, a esposa zureta de John. Acontece que John apanha Logan no flagra e acaba sendo executado na frente do pequeno James (mas esse moleque só vê desgraça…). Em um acesso de fúria, o pequeno James acaba ferindo Cão no rosto e mata o velho Logan com suas…garras! Mas não antes de descobrirmos que Logan é o verdadeiro pai de James.  Confuso e assustado, o pequeno James chora com o que acabara de fazer e busca consolo nos braços da mãe, o qual o repudia como uma doença. É nesse momento que “descobrimos” a origem de três cicatrizes que Elizabeth tem na lateral do tronco. Elas haviam sido feitas pelo pequeno Logan de forma inconsciente anos antes.

No último quandro descobrimos duas coisas: As garras do Wolverine já existiam (ideia que detesto) e que Andy Kubert NÃO SABE DESENHAR CRIANÇAS!

No último quandro descobrimos duas coisas: As garras do Wolverine já existiam antes do adamantium  (ideia que detesto) e que Andy Kubert NÃO SABE DESENHAR CRIANÇAS!

 

O pequeno James corre em desespero pelo imenso jardim-labirinto da casa sob a forte tempestade que se abatia. Rose o segue e o encontra em posição fetal, aos prantos. Na mansão, Elizabeth chora a morte de seu amado Logan e caga litros para o seu nada amado John. Ele se suicida com um tiro de espingarda na têmpora. Apenas o ferido cão permanece em pé entre os mortos.

Sabendo da tragédia, o velho Howlett, avô de James, dá uma quantia de dinheiro a Rose e exige que ela suma com o “monstro”,  afim de evitar mais mácula ao nome de sua família. Rose e James vão morar em uma pequena comunidade em Alberta no Canadá, onde James irá agir como uma bichinha e chorar por quase 200 páginas…

Essa será a principal fala do jovem Logan por 200 páginas. Ah, e Andy Kubert ainda não sabe desenhar crianças...

Essa será a principal fala do jovem Logan por 200 páginas. Ah, e Andy Kubert ainda não sabe desenhar crianças…

 

Wolverine: Origem é um dramalhão digno de novela mexicana! Com um roteiro mequetrefe e um pré-Wolverine que te faz desejar ver o fator de cura dele falhar para que ela possa MORRER DE TÃO CHATO! Lembro que quando foi anunciado em 2000, TODAS AS IMAGENS eram focadas no personagem Cão. Isso fazia com que todos acreditassem que ELE era o jovem Logan. A história mesmo aponta pra isso o tempo todo, afinal o nome do pai do Cão (credo…que frase estranha) é Logan. O velho Logan é a CARA CAGADA E CUSPIDA do Logan/ Wolverine. Cão é desenhado com os traços de um jovem Wolverine, inclusive a cor do seu cabelo muda quando ele cresce de forma ridícula dando a impressão de que Paul Jenkins pesou “genialmente” em nos dizer “Há! Viu? Não era ele o tempo todo!”. E esse é um plot twist que caga a coisa toda, em minha fecal opinião!

Cão na adolescência. Esse cabelo muda de cor 3 vezes na história. Um ideia

Cão na adolescência. Esse cabelo muda de cor 3 vezes na história. Um ideia “genial” de Paul Jenkins para nos confundir?

 

O problema da história toda está justamente no choroso James Howlett. Um personagenzinho detestável que em momento algum te deixa fazer o link com a persona turrona, durona e extremamente carismática que viria a se tornar. Paul Jenkins quis desconstruir o Wolverine e nos entregou um moleque doente, afeminado, que fala feito o cebolinha no inicio (essa parte é nojentamente ridícula) e que tem como maior saída para todo e qualquer problema…chorar! É sério! Em dado momento da história, James adota a alcunha de Logan, tanto para esconder sua “origem Howlett” quanto pelo fato de estar a cara do pai. Ele tem como nêmesis um gorducho grandalhão chamado Cuca que sempre o enche de bolacha, mas Logan sempre acaba sendo salvo por um bom homem chamado Smitty. Em uma dessas tretas, Logan acaba correndo aos prantos (de novo..) para a floresta, onde acaba encontrando uma matilha de lobos e acaba adotando os bichinhos como família indo ,vez ou outra, dar um rolê com eles. Aí você pensa “Ah! agora sim! Agora nasce o velho e bom Wolverine!” certo? Errado! Mesmo se tornando um caçador habilidoso e ganhado instintos animais, Logan passa CINCO dos SEIS capítulos sendo um chorão que não sabe revidar uma agressão sem precisar de um lenço.É revoltante!

OH, MEU DEUS! UM LOBO FEROZ! Acho que vou deitar e chorar...

OH, MEU DEUS! UM LOBO FEROZ! Acho que vou deitar e chorar…

 

E é nesse capitulo final que a coisa desanda e que vemos que Paul Jenkins quis criar todo um background pros afetos e desafetos futuros de Logan. Tudo de forma muito vagabunda e imbecil! Primeiro temos o óbveio fetiche de Logan por ruivas nascendo na forma de sua paixonite por Rose. Depois temos sua frustração por não poder ter a ruiva pelo fato de ela amar outro, primeiro de forma sútil com seu pai, John, depois de forma definitiva com o bondoso e grandalhão Smitty. E a cereja do bolo de merda vem na forma de um adulto Cão. Como já dito anteriormente, a cor do cabelo do vilão muda de preto para loiro, já que agora sabemos que ele NÃO É o Wolverine. Ele aparece com todas as feições de outro personagem que viria a dar trabalho pro baixinho canadense no futuro, o Dentes de Sabre. Só que sem o fator de cura. Aliás, creio que o personagem tenha nascido do boato que corria nos anos 80/90 de que o Dentes era, na verdade, pai ou irmão do Wolverine.

Não! Este não é o Dentes de Sabre. Acredite...esse é o Cão adulto.

Não! Este não é o Dentes de Sabre. Acredite…esse é o Cão adulto.

 

Temos ainda a cena final com a morte da Rose de uma forma quase “Video Cassetadinesca”. Ela TROPEÇA sobre as garras de Wolverine e perece de uma forma vergonhosa. Isso leva Logan a se isolar nas montanhas canadenses. Ao fim de tudo, Cuca usa o diário de Rose como combustível de lareira e todo o registro dessa época da vida de Logan se perde. Estranhamente, dá vontade da fazer a mesma coisa com essa HQ…

A

A “poética” morte de Rose.

 

E assim terminamos essa primeira parte, concluindo que algumas coisas não precisam ser contadas. Pelo menos não quando você só tem uma ideia de merda pra por adiante. Essa porcaria ainda ganhou uma sequencia intitulada de Wolverine: Origem 2 (WHAAAT??), dessa vez desenhada por Adam Kubert , escrita por Kieron Gillen e colorizada de forma mais tradicional por Frank Martin (Carga Explosiva…?). Nesse segundo capítulo Logan está vivendo com os Lobos nas montanhas canadenses e acaba sendo capturado e colocado em exibição em um CIRCO! É nessa história horrenda que acabamos finalmente descobrindo a origem das tretas entre Wolverine e Dentes de Sabre em uma história tão merda que repete quase todos os erros da primeira mini série mas com o mérito de criar novos e medonhos erros. Uma lástima tão grande lançada recentemente no Brasil e em capa dura…sem nem merecer…

Socorro...

Socorro…

 

Wolverine como deveria ser: Arma-X.

wx84cover1

AGORA SIM! Vamos falar da origem que vale!

Tudo começa no inicio dos anos 60. Um homem amargurado está em um quarto de uma pensão cristã para desabrigados, tendo como únicas companheiras garrafas e mais garrafas de whisky e uma caixa de remédios. Descobrimos que o homem era um agente da lei, mas seu comportamento auto-destrutivo, seu abuso com bebidas e um erro no cumprimento do dever proveniente disso o faz ser fastado de seus deveres. Uma tremedeira…um tiro disparado errado…uma vitima inocente atingida…a culpa.

Porém, não era a bebida a responsável real pelo seu mal estar…nem tanto a cupa por ter ferido um inocente, apesar de ela ainda estar lá…havia algo mais. O verdadeiro responsável por deixá-lo em um estado de nervos tão a flor da pele. O verdadeiro responsável pelos tremores. O segredo. O homem tinha um segredo. Ele era um mutante.

bws5

O homem saí para beber, como fizera muitas e muitas vezes nos últimos dias. No meio do caminho é abordado por três homens. Eles querem levá-lo para algum lugar a força. Mas por que? Será que eles sabem o segredo? E como saberiam? Após uma breve e feroz luta, o homem tomba e é levado até um lugar. Um lugar onde as pessoas ainda não sabem do segredo. As pessoas nem ao menos fazem ideia de que o homem está ali justamente por causa do segredo. Mas isso está para mudar. E o pior dia na vida do homem está para começar. E tudo por causa do segredo…

E é assim que começa A MELHOR HISTÓRIA envolvendo o baixinho canadense, Arma X de Barry Windsor-Smith. 

tumblr_mutds66INV1r89a2ho2_1280 (1)

Publicada originalmente em 1991, Arma X nasceu de uma série de experimentações de Barry Windsor-Smith logo após ser convidado para desenhar uma história curta de 8 páginas na Marvel. Vendo que produzir uma história com apenas 8 páginas e ainda manter a qualidade era um desafio para ele (e para qualquer um) como desenhista,  Windsor-Smith acabou gostando da experiência e decidiu que iria fazê-lo de novo, só que dessa vez com um personagem que ele gostava. Assim sendo, ele escolheu o Wolverine, o qual já havia desenhado em algumas histórias dos X-Men e tinha adquirido certo afeto pelo baixinho. Faltava o título. Foi quando  Windsor-Smith consultou o dicionário Marvel e descobriu que Wolverine já havia sido chamado de Arma X. Pronto! As peças foram se encaixando quase que automaticamente. Sem se preocupar com a mitologia do personagem e querendo apenas fazer pequenas historietas fechadas, Windsor-Smith usou Arma X não só para contar as origens do Wolverine, mas também o tornou um grande laboratório de testes, tanto em termos de traço quanto em termos narrativos. E o mais impressionante é que, apesar do roteiro denso e da trama bem construída, o roteiro era praticamente feito junto com cada página. Não havia um final definido. Na verdade, não havia um COMEÇO bem definido, tanto que o capitulo 5 foi o primeiro a ser desenhado.

Primeira página do capitulo 5 . A primeira de toda a série.

Primeira página do capitulo 5 . A primeira de toda a série.

 

A história de Arma X é angustiante e perturbadora. Lembro que li pela primeira vez quado tinha uns 14/15 anos e, até então, eu conhecia apenas o lado “bonitinho” do X-Men mais pela série animada da Fox. Até havia lido uma parte de uma história desenhada pelo Mark Silvestre e que acabava com o Logan preso pela Lady Letal e sem pele, carne ou músculo da cintura pra baixo e havia achado bem pesado, mas não era nada comparado ao que Arma X guardava pra mim. Durante 120 páginas somos levados a um mundo de pesadelos, onde um homem é tratado como um animal e sofre as mais terríveis provações. Quando eu falo que Logan é tratado como um animal é algo bem literal, tendo em vista que no inicio da HQ vemos que as tentativas de se enxertar adamantium em um ser vivo já haviam sido executadas sem sucesso em macacos. Tão logo Logan é levado ao laboratório, temos a certeza de que se deve ao fato do mesmo ter um fator de cura acelerado, o que o protege da contaminação pelo adamantium. E, sim, é exatamente por isso que ele é escolhido. Acontece que o trio responsável pelo projeto, Dr. Cornelius, Sra. Hines e o homem conhecido apenas como Professor, não tinham conhecimento algum do fato. Ainda assim, estavam dispostos a seguir em frente com o experimento, mesmo com o uso de uma cobaia humana. Estranhamente, apenas quando descobrem a real natureza de Logan é que o trio parece se alarmar, o que dá indícios  de que aquela era a época da histeria mutante e acaba por fazer a ponte com as primeiras histórias dos X-Men em 1963, quando a histeria mutante havia finalmente explodido.

Processo-Wolverine-Arma-X-13

Como vimos no inicio desse post, em Origens é revelado de forma imbecil que as garras do pequeno Logan eram de ossos e já estavam com ele desde o nascimento. Essa ideia surgiu originalmente nos anos 90, logo após Magneto arrancar o adamantium dos ossos do Wolverine e, algumas histórias depois, Logan descobrir que elas ainda estavam em suas mãos durante um treinamento. Também como dito no post anterior, acho essa ideia UMA MERDA! Em Arma X é deixado claro que estão tentando construir um soldado perfeito e indestrutível e apesar do trio de cientistas anteriormente citados não saberem do poder mutante de Logan (SOMENTE o fator de cura e os sentidos aguçados), o seu contratante, um misterioso homem que nunca é revelado durante a trama e fala apenas com o professor, sabia. Assim sendo, uma das exigências do experimento é a implementação de um tipo de arma permanente no soldado, no caso as garras de adamantium. A todo momento pistas são deixadas afim de indicar que as garras nunca estiveram lá. Se você prestar atenção na cena em que o adamantium é injetado vai perceber duas coisas:

1- Há tubos distribuição ligados diretamente as mãos de Logan, o que causa certa estranheza ao Dr. Cornelius, o qual alerta ao Professor que a uma drenagem excessiva para o túnel do carpo. Ainda assim o Professor manda prosseguir com o experimento.

2- A falta de preocupação do Professor, anteriormente citada, pode ter ligação com o fato dele ser o único que mantém contato com o responsável pelo projeto Arma X. Assim sendo, construir as garras pode ter sido uma das exigências do seu superior. E sempre que alguém parecia surpreso com as “facas saindo das mãos dele”, Cornelius sorria como se fosse a coisa mais normal e respondia “Facas não. Aquilo sõ garras” e, vez ou outra, se referia a Logan como um animal selvagem construído.

boneclaws12-620x507

Mais adiante é falado em “separadores de carne” sobre as mãos afim de facilitar a saída das mesmas e evitar que o soldado sofra lesões constantes sempre que desembainhar. Esse separadores aparecem em determinado momento da história na forma daquele pequenos túneis de metal que sempre estava sobre as luvas azuis do Wolverine. Mas esse detalhe aparece apenas em uma cena onde Wolverine alucina, logo não é canônico. Sem falar que os médicos do programa falam na reconstrução acelerada do tecido ao redor deles, o que os tornaria inúteis de qualquer maneira…

8aa47126b04c9924cab6808f6219575e

Ainda sobre as garras, outra momento que denuncia a não existência delas antes está na cena em que Logan luta contra seu três captores no inicio da história. Se elas estivessem lá, ele com certeza teria feito uso delas. A desculpa que ele não lembrava que as tinha não pode ser usada aqui, dado o fato de que a memória de Logan só de perdeu após o projeto Arma X ter mexido tanto com sua cabeça.

Durante os anos 90 duas histórias contando o passado de Logan antes de Arma X apareceram, Logan: Sociedade das Sombras e Logan: A Trilha do Guerreiro. Nelas, Logan era retratado como um agente do Departamento H, o serviço secreto canadense . Essas histórias são bem ruins mas respeitam a mitologia criada por Arma X, ou seja, nada de garras, apenas fator de cura. Um dos pontos negativos dessas histórias  (além do roteiro e, no caso de Sociedade das Sombras, dos desenhos) está no fato de quase sempre retratarem Logan como um especialista em facas, afim de criar um elo com suas futuras garras. Uma ideia bem xexelenta. Ah, como curiosidade vale citar que Sociedade das Sombras tem a participação de Carol Denvers antes de se tornar a Capitã Marvel.

logan-sociedade-das-sombras-14294-MLB2997551269_082012-F

gibi-logan-trilha-do-guerreiro-abril-bonellihq_iZ11204XvZxXpZ1XfZ87919291-467476990-1.jpgXsZ87919291xIM

Mas nos anos 90, durante a era Jim Lee e Chris Claremont a frente dos X-Men, a duplinha publicou uma história bacana que mostrava Logan encontrando e ajudando o Capitão América durante a Segunda Guerra na cidade de Madripoor. Sem garras e sem “faquinhas”, Logan contava apenas com o fator de cura e a personalidade esquentada pra descer o sarrafo num bando de ninjas. Uma história curta e divertida que ainda mostrava a infância da Viúva Negra.

1656849-uncanny_x_men__1963__268

Bem, eu já me estendi demais e acho que vocês entenderam meu ponto. Na minha cronologia pessoal NÃO EXISTE WOLVERINE: ORIGEM. Pra mim:

º Logan nasceu nos inicio do século 20, o que explica ter lutado durante a Segunda Guerra.

º Se tornou um policial/ detetive (prefiro isso ao Departamento H), começou a ter problemas para esconder seus dons mutantes a medida que o tempo passava e ele não envelhecia.

º Começou a ter problemas com bebidas e remédios devido ao estado de nervos com a crescente onda de preconceito contra os mutantes e com a possibilidade de isso afetar sua vida de forma irreparável.O acidente com o tiro que acertou um inocente o afastou da policia, deixando-o ainda mais perturbado e afundado na bebida e nos remédios.

º Seu fator de cura era forte, por isso vivia bebendo e se medicando constantemente afim de conseguir os efeitos desejados dos remédios e do álcool. No entanto, seu fator de cura foi exponencialmente fortalecido após as série de traumas que seu corpo sofreu no programa Arma X.

º Provavelmente não tinha parentes vivos, já que menciona não saber quem é sua mãe no inicio de Arma X. Possivelmente órfão desde criança.

º Acabou sendo cobaia no projeto Arma X que quer dizer ARMA X MESMO e não ARMA 10, como viria a ser ridiculamente nomeado anos mais tarde. Isso afetou sua cabeça de forma quase irreparável devido a sobrecarga de informações inseridas em seu cérebro. Seu fator de cura não pôde curar as lesões neurológicas devido a sobrecarga infligida pelos abusos ao seu corpo.

º Vagou pelas florestas canadenses até ser encontrado pelo Departamento H e, AÍ SIM, começar a fazer parte do mesmo dentro da Tropa Alpha. Isso é mais lógico pois seria mais fácil os responsáveis pelo projeto Arma X sumirem com os registros e documentos de um policial comum do que com os registros de uma agência governamental altamente secreta.

º James Howlett é meu ovo esquerdo. O nome é Logan. O primeiro nome não faz diferença. Pode até ser James mesmo. pode até ser James Logan Howlett ou James Howlett Logan ou Rita Cadilac Logan, NÃO IMPORTA! Mas ele é O LOGAN! Nada de adotar o nome do verdadeiro pai que matou seu pai adotivo e acabou sendo morto por isso. Origens NÃO EXISTE, lembra?

º Integrou os X-Men e sue passado ainda continua nebuloso. Aquela lenga, lenga com implantes de memória nos anos 90 TAMBÉM NÃO EXISTEM!

E essa ilustração está aqui só por que ela É PHODA!!!

E essa ilustração está aqui só por que ela É PHODA!!!

 

Bem, é isso! Infelizmente depois da mini-série Origem, pilhas e pilhas de histórias lixo se apoiando nesse monte de bosta surgiram. Eu, particularmente, continuo ignorando todas. Pra mim, Barry Windsor-Smith conseguiu criar a origem definitiva para o Wolverine e pronto!  Não precisa fuçar de novo! Arma X é uma obra prima irretocável que vale a pena ter em sua estante. Já Wolverine: Origem…bem…você precisa de um encosto para portas?

PS: Em sua primeira aparição, publicada em The Incredible Hulk 181 (1962), além do visual ligeiramente diferente, as garras do Wolverine não saiam de seus braços. Elas eram parte de seu uniforme e estavam ligadas as suas luvas. Isso só foi definido anos depois por Len Wein em X-Men Giant Size (1975), onde os novos X-Men fizeram sua estréia.

 

Incrível Hulk #181 - Primeira Aparição do Wolverine

  • Muito bom o post, nunca li nenhuma das duas HQ’s, mas ouço falar bastante de Arma X, vou procurar agora mesmo pra baixar e se pá, começo a leitura amanhã… valeu a indicação, parece ser uma obra ótima mesmo!

    • hellbolha2

      É sensacional, tanto roteiro como arte. E, pra mim, a história que deveria ter servido de base para o primeiro filme solo do Wolverine.

      • [Better Call Harvey]

        A Fox não ia deixar… já fizeram muito de fazer uma versão soft no X-MEN 2

  • 🍌 Oℓd Man ℂeℓ⚡0

    Nem li.

    • hellbolha2

      Acho justo.

    • [Better Call Harvey]

      Bjo Çelçu.

      Colocaram click bait do Super Amiches no MDM?

      • 🍌 Oℓd Man ℂeℓ⚡0

        Ué? E como mais vcs divulgam?

        • Alguém divulga o Superamiches?

          • Frogwalken

            Seja lá quem for, pague um Suco de Laranja pra ele! =D

          • Justo!

  • Arma X é foda pra caralho, que arte!
    Ótimo post.

    • hellbolha2

      Barry Windsor-Smith é meu exemplo de “Desenhista foda que jamais alcançarei mas nem por um cacete”. Amo esta HQ de um modo tal que tenho ela em formatinho e encadernado Panini. E teria mais, se pudesse!

      • JJota

        Tenho três versões dessa hq. Escrita, desenhada, arte-fiinalizada, colorida e, no original, com letrinhas também do sr. Winsor-Smith.

        • hellbolha2

          TU TEM ELA EM PB???

          • JJota

            Não. Tenho o encadernado da abril, o encadernado capa cartonada da Panini e o que saiu pela Salvat.

            Mas… PQP! FICA A DICA, PANINI! ESSA HQ EM PRETO E BRANCO SERIA ÉPICA!

    • Frogwalken

      E tenho o Originec Formatinho 132 páginas! =D

      • O_Comentarista

        Eu tb!

        • Frogwalken

          E tinha uma historinha onde o CarcaJaca nu pelado pornor no mato encara o Esqueleto de Adamantium num pesadelo e no final acabam se fundindo, era uma historia muito foda.

      • Esse não era o que tinha a capa rasgada pelas garras?

        • Frogwalken

          Esse é o da Arma X

  • Frogwalken

    Quando Logan perdeu o Adamantoba, o plot até que tava indo bem, com VÔVERINO mencionando:

    ” Por exemplo, essas Garras. Se são de Ossos, então eu nasci com elas. Então porque caralhos só lembro delas como Implantes revestidos de Adamantium? ”

    E ele fumando DERBY no lugar dos charutos! =D

    E é explicado posteriormente também que o Adamantium servia meio que como um ” freio ” do potencial total do Fator de Cura do Carcaju, durante uma pesquisa do Fera, Jean e Careca Xavier.

    • hellbolha2

      Eu lembro desse lance aí do cator de fura. E se ele fumava Derby, já era UM WOLVERINE SUPERIOR!!!

      • Frogwalken

        Ele fumou um Derby e depois partiu na mão contra Lobisomens Bombados Lokos! =D

        E Na Trilha do Guerreiro é legal, o Logan enfrentando um Christian Grey Asiatico que curtia torturar um véio! BWAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

        E Arma X teve um What If que… Foi um cocô!

        • hellbolha2

          Procurarei o “What a Fuck…” pra ter raiva. Foi lançado no Brasil? Quer dier, essa pergunta é pura curiosidade, já que vou ler o scan mesmo…UHUM…COMPRADO NA AMAZON, É CLARO!

        • Senhor Suíno

          O What If seria aquele em que o Wolverine enfrenta outro Arma X e o mata com uma espada japonesa?

          *unsheathes katana*
          “Nothin personnel, bub”

          • Frogwalken

            Sim e com o pior uniforme/ armadura que inventaram pro Guardião/ Vindix

  • Senhor Suíno

    Nos anos 90 (1997) houve também uma edição especial de Wolverine que mostra ele lutando ao lado de Ben Grimm (O Coisa, porra!), Carol Danvers e da Viúva Negra, “Flashback – Wolverine minus 1” . Em 2000 essa história teve continuação numa minissérie de 3 edições, “Before The Fantastic Four – Ben Grimm and Logan”.
    É difícil saber em que período se passam na linha de tempo atual da Marvel, mas indo pela cronologia original do Quarteto Fantástico se passam nos anos 50, lá pra 1958. Ben Grimm já era piloto de testes.

  • Senhor Suíno

    Já perceberam que praticamente todas as origens do Wolverine fazem dele um merdão bulinado por algum grandão?
    Há essa versão, pensada pra ser real mas descartada com toda aquela merda dos implantes de memória do Larry Hama, do Dentes de Sabre como o pai abusivo dele, que matou a Raposa Prateada e espancava o pobre Logan, tem o Cyber tratando ele como lixo no exército e o traumatizando para toda a vida (Wolverine tinha medo do Cyber), tem Origem com o Cão e o Cuca Beludo fazendo o atarracado e frágil Carcaju de saco de pancada.
    Será que o Wolverine é fodão mesmo? Que fodão é esse que só se fode? O Wolverine gosta.
    A vida dele é ser bulinado por algo grande, e quando não é uma pessoa é o Departamento Agá, “o governo”, a HYDRA, a SHIELD, a CIA…

    Aguardem a Origem III onde será revelado que nos seus tempos de circo Wolverine foi sexualmente molestado pelo Blob (Fred J. Dukes apareceu pela primeira vez num circo). E gostou. Mas queria alguém maior, por isso foi atrás do Hulk e do Mendigo, digo, Wendigo.

    • Senhor Suíno

      Na tentativa de fazer um baixinho fodão fizeram do Wolverine o estereótipo do baixinho fodido. Será que ele não serviu o exército com o Cain Marko também? Quem mais pode ter bullinado o frágil James Uivete?

      “Anos 60, o exército queria que eu fizesse um exame com um jovem cientista prodígio… eles queriam me implantar uma sonda! Dr Henry McCoy, nunca esqueci aquelas mãos…”

      • hellbolha2

        Calma, jovem…
        Apesar de adorar o personagem, você tem um ponto interessantíssimo aí. E gostei da observação quanto ao Namor ser o “Wolverine ideal”, faz sentido.

    • Senhor Suíno

      Essa geração de heróis da época do Wolverine é uma geração de fodidos.

      Dos que chamo de “Founding Fathers” do universo Marvel, Reed Richards, Von Doom, Charles Xavier, Magneto, todos eram corajosos e inteligentes de natureza e enfrentavam os abusos e os bullies. O Aranha começou como um fodido mas evoluiu naturalmente. Hoje ele é um bosta, saco de pancadas, mas nem sempre foi assim e hoje não importa porque ninguém lê essa merda. Ah, e tem o Hulk, mas com certeza ele não era um frouxo nas histórias originais nem foi bullinado, porque a revelação do pai abusivo responsável por sua personalidade dividida só veio décadas depois.
      Se for puxar pra geração anterior, Namor é tudo que o Wolverine poderia ser e infinitamente mais, Steve Rogers era um fodido de corpo mas corajoso pra enfrentar qualquer coisa, o Tocha era um robô temido que se tornou um policial respeitado e herói de guerra sem mesmo ser humano.

      Mas o Wolverine é o contrário. Ele nasceu com a fama de fodão mas todas suas histórias só o mostram como um merda, e a cada nova origem ele se torna mais patético. Ele curte ser bullinado.

      • [Better Call Harvey]

        FALTOU O FIN FANG FUM O DRAGÃOZOLÃO MAIS PODEROSO DO UNIVERSO QUE AINDA NÃO APRENDEU A USAR O BANHEIRO

  • O_Comentarista

    Ótimo post, Hellbolha! Merece 2 litros de água.

    Realmente Origem prometeu muito e entregou pouco.

    Eu tenho a Wolverine 39 (com a capa rasgada com garras) onde mostra que várias memórias que o Wolverine tem eram falsas.

    http://static.mercadoshops.com/wolverine-39-abril-gibiteria-bonellihq-cx-193_iZ48463036XvZxXpZ1XfZ87919291-672142811-1.jpgXsZ87919291xIM.jpg

    A história mantem um suspense legal, até chegar num final merda.

    • Frogwalken

      ” Eu sou SHIVA, sou um robô loko Massavéio feito com o design do Conflyto Cable Cover que não faz o menor sentido! “

    • Senhor Suíno

      Era uma turma boa. Shiva mas também John Espectro, Mastodonte, e Aldo Ferro, além dos bostões já conhecidos, Maverick e Dentes de Sabre.
      Eu lembro de toda essa merda, mas não é motivo para me orgulhar.

    • hellbolha2

      Eu tenho ela em preto e branco da Edição Histórica da Mythos. Eu já não gosto tanto desde o inicio…
      Lembrando que periga sair na Coleção Histórica Marvel Wolverine que se inicia esse mês.

      • [Better Call Harvey]

        sérião que vai ter uma só pro carcaju??

        Link ou Zelda ou é mentira

  • Landolfi O Coringa Gato Bebado

    Eu também sou fã do carcaju, mas estou visitando este site como tantos outros ultimamente para tratar de um assunto muito sério chamado porra avatar FAKE e esclarecer o seguinte
    SERA QUE NAO EXISTE UMA ALMA HUMANA MINIMAMENTE OCUPADA COM BOM SENSO E QUE TENHA O QUE FAZER DE SUA VIDA E LAVAR PRATOS, PARA ASSUMIR SUAS MERDAS E O SENSO DE SITOCOMETRO E ASSUMIR SUAS MERDAS PORRA MEU
    TIVE QUE EXCLUIR MINHA CONTA DO DISQUS E FAZER OUTRA PORQUE UM MERDA USOU A PORRA DO MEU NICK PARA RALAR MERDA NO SUPER AMICHES E OUTROS TANTOS SITES
    GRACAS A UM TEMPO ATRAS NAO FUI BULINADO, MAIS PARCIALMENTE RESOLVIDO, SE VOCES RECEBERAM UM NICK COM ZARIEL OU COISA PARECIDA SEM UM GATO OU UMA DIABA QUE MANDEM SE FODER, NESSE CASO AGORA ALGUNS COMENTARIOS MEUS TENHO QUE FAZER MAIS DE UMA VEZ ESTAO SENDO CONSIDERADOS SPAN NO DISQUS TENHO QUE PUBLUCA MAIS DE UMA VEZ, PROBLEMAS CORRIQUEIROS.
    Por fim tenham um bom dia e até a próxima.

    • [Better Call Harvey]

      CALMA LÁ PIRANHAAAAA, HOJE É QUINTA FEIRA E TEM CAPÍTULO DE ONE PIECE

      • Frogwalken

        CARROT E NAMI NUAS PELADAS PORNOR SE PEGANDO NO BANHEIRO =D

        • [Better Call Harvey]

          huehuehue

  • O Impronunciável Zweist

    A melhor origem do Wolverine foi Miller ou o Claremont que disse numa entrevista: “Ele não tem passado. Ele não precisa de um.”

  • o Inconcebível Bob Balburdia

    Bom postE.

  • Boa Hellbolha!

  • Anubis_Necromancer

    Impossível não ler o começo de Origens e lembrar de O Jardim Secreto.
    Só que com mais sangue e sexo e violencia…

    • Senhor Suíno “Suínomito”

      É impossível ler Origens e não lembrar d’A Saga do Tio Patinhas (The Life and Times of Scrooge McDuck).

  • [Better Call Harvey]

    Excelente post Hellbolha!!!

    Pra mim também rola dessas de “desconsiderar certas coisas da CRONOLOGIA PESSOAL” :D

    Como os pais do Peter Parker serem agentes secretos; o uniforme negro do Aranha ser um simbionte; a Gwen morrer por causa da teia [foi o Duende eu sei q foi :,( ele é o maior vilão] e tudo o que ocorreu depois do Casamento do Aranha com a Mary Jane no final dos anos 80.

    Também desconsidero quais outras histórias do Capitão marvel que não seja da Fawsett Comics.

    E tudo anterior ao X-Men Giant Size de 1975 (Jesus, como tudo era ruim)

  • Frogwalken

    Achei a ORIGEM esquecida num canto ( comprada FAZANOS ) e pensei:

    ” Ah o Hellbolha deve ter exagerado, sabagaça não pode ser tão ruim ”

    Acabei de ler.

    Não é Ruim.

    É PIOR!!! UMA AFRONTA AOS OLHOS!!! UMA ABOMINAÇÃO!!!

    Fiquei tentado em tacar fogo, mas deixei junto com a DK II pra espantar as baratas.

    • hellbolha2

      Pobres baratas…

  • SandroR

    Falando de Origens, os roteiristas/produtores do filme não fizeram nem questão de ler a HQ, porque o John Howlett do filme é a cara do Hugh Jackman, sendo que o outro cara é que devia ser parecido com ele.

    Até hoje não entendi direito a narrativa de Arma X. Não estou dizendo que é ruim. Algumas partes me deixam confuso.

    • hellbolha2

      Sim, ela acaba sendo confusa por que começa a ter umas indas e vindas perto do final e você fica meio que se perguntando se o trio de cientistas morreu mesmo ou não. Pode ter sido por causa da não linearidade com a qual o roteiro foi criado, ou pode, simplesmente, ter sido um recurso de roteiro mostrando como eles poderiam mexer com a percepção de realidade do Logan.

  • JJota

    Vejo o Wolverine da seguinte forma:

    – Ok, ele pode ter nascido no fim do século XIX e ser oriundo de uma família abastada. Mas esta bobagem de irmão e ser filho bastardo… Velho, olha pra cara do velho jardineiro: que mulher rica e bem nascida em sã consciência iria pra cama com aquilo?

    – O problema do nome é que, uma vez descoberta a sua verdadeira identidade, ficou meio idiota ele manter o Logan, não?

    – Ele ter sido uma criança doente ficou legal. Achei mesmo bacana que o sujeito que não adoece nunca tenha sido uma criança frágil.

    – Nunca houve garras de osso. No Arma X, as garras foram introduzidas sem que todos os envolvidos soubessem, por isso a surpresa quando constataram um “acúmulo de adamantium” na região do braço. as garras de osso surgiram quando o adamantium foi arrancado pois o corpo do Wolverine já via as mesmas como parte de sua fisiologia e por isso a repuseram.

    – O lance da Rose é mal feito, mas o personagem é interessante. Justifica bem o “amor à primeira vista” dele pela Jean, um fator importante para a decisão de Logan de ficar com os X-Men que, infelizmente, foi deixado de lado com o tempo.

    -O Cão e o lance do irmão “morto” são duas bobagens. O avô poderia ser um personagem mais interessante, se não fosse tão clichê.

    – Acho bacana que os lapsos de memória do Wolverine sejam fruto do fator de cura.

    – Olha, ser criado por uma matilha de lobos beira a imbecilidade.

    – Ele passou pelo menos dez anos no Japão e fala fluentemente a língua e adotou os costumes.

    – Eu até entendi quando o fator de cura ficou “super” na fase sem adamantium. Mas, com o metal no esqueleto, eu entendo que boa parte desta capacidade é gasta justamente evitando que este o mate.

    – Não vejo mais o Logan como alguém que envelhece devagar. Com o passar dos anos e o desenvolvimento de suas habilidades mutantes (o que, diga-se, acontece com quase todos os outros, cujos poders ficam maiores com o passar dos anos), seu fator de cura praticamente paralisou seu processo de envelhecimento.

    – Por mim, o Apocalipse pode ser o verdadeiro criador do Wolverine, o sujeito misterioso com quem o Professor falava no Arma X. Além de ser uma solução bem melhor que o Romulus, explicaria como o próprio Apocalipse depois facilmente devolveu o adamantium ao Logan. Bem desenvolvida, esta seria uma ideia foda, não? “Wolverine, entenda: você está DESTINADO a ser o Cavaleiro da Morte!”

    – Aliás, nada do Romolus vale! Puta ideia de merda!

    – O filho boboca do Wolverine também não existe. Nem aquela merda de clone que todo mundo paga pau, a tal de X-23.

    – Ah, e parem com esse papo de heroizinho. Wolverine é um homem com uma missão, que fez coisas terríveis no passado e está pronto pra, se for necessário, fazer novamente. “Ai, ele comandou a primeira equipe de mutantes…” NÃO!

    • hellbolha2

      Gostei dos pontos de vista e, rapaz…eu nunca li essa fase do Romulus por ser do Loeb. Pelo visto fiz bem.

  • disqus_AqwVwvk1Vs

    “Ainda sobre as garras, outra momento que denuncia a não existência delas antes está na cena”
    Pera ai eu não entendi ele não tem garras retrateis é tudo fruto da mente dele?

    • disqus_AqwVwvk1Vs

      Me responde porra.