The Orville – Star Trek como deve ser feito

Orville_group_build_ss12_hires2H2017

“Isso é um raio anti banana?”

Como já vimos, a nova série da franquia Star Trek tem tudo para ser ruim e parece estar se esforçando nesse sentido.

Enquanto isso, vindo de lugar nenhum apareceu The Orville.

Seth MacFarlane interpreta Ed Mercer, um capitão da União de Planetas que está bem perto de levar um pé na bunda. No entanto, a União tem 3 mil naves e uma deficiencia de capitães, de forma que ele vai ter uma última chance, o comando da USS Orville.

A tripulação é que parece que será um problema, já que inclui um robo que acha os humanos inferiores, um piloto alcoólatra e a ex esposa de Mercer.

O programa não parece ser uma paródia de Star Trek, tanto quanto é uma parodia apaixonada na verdade. MacFarlane afirmou estar um tanto cansado dos futuros distopicos e sombrios, mesmo nas novas iterações de Star Trek, e queria trazer de volta o tom mais leve e otimista.

Gostem ou não do que ele produz, seja na TV ou cinema, não dá pra negar que o cara tem gabarito, tanto para atrair pessoas para seus projetos, como no caso aqui o veterano produtor de Star Trek Brannon Braga, Jonathan Frakes de A Nova Geração, Penny Jerald de Deep Space Nine, como tem experiencia no espaço. Diabos, ele produziu e foi na verdade responsável pela existencia da nova série de Cosmos.

Seguem os dois traileres:

 

 

Não é vergonha nenhuma admitir ter mais vontade de assistir isso do que qualquer coisa lançada sobre Star Trek OU Star Wars dos ultimos, sei lá, 20 anos.

Então pode admitir. Vai fazer bem para você.

 

  • O Imatável Polvo Aranha

    Quando a parodia fica melhor que o oficial, é porque alguma coisa está muito errada mesmo.

  • alex_st

    Só não digo nos últimos 20 porque gostei muito da nova trilogia. (Me julguem, mas com carinho).

    • Rogério Olivieri

      Eu particularmente só não gosto muito do Episódio I. Mas acho a luta de sabres no final uma das melhores cenas de luta da franquia.

  • o Inconcebível Bob Balburdia

    dá pra ver que é bem feito.

  • Rogério Olivieri

    Gostei! Ao contrário da nova série “Star Trek”, Orville me atraiu. Lembra Galaxy Quest.