Shadowhunters – Os instrumentos mortais

Sem título

Não me julguem… mas já adianto que gostei.

Estreou semana passada a nova série da Netflix (fora dos EUA), Shadowhunters – Os instrumentos mortais. A série é produzida pelo canal FreeForm (nunca ouvi falar) e a Netflix (sua linda) tem os direitos no resto do mundo. Vamos Primeiro, para permitir que você se localize, um breve teaser da série.

Yep. Se você está com uma pulguinha atrás da orelha (já vi isso em algum lugar) você está certo. A série é uma versão da franquia de livros Os Instrumentos Mortais, sendo que uma tentativa de adaptação já foi feita para os cinemas. Na época o filme não deu certo (eu culpo o mocinho, que era feio demais). Eu e o Sr. Baygon sempre gostamos desse tipo de aventura (exceto Percy Jackson, que nem Cher salva) e queríamos muito ver a história continuar. Obrigado Netflix (já falei que é linda?).

6898951e423ba9b2bdb0711a9ebb22f9

Sério, como o filme ia emplacar com um mocinho feio desses?

Bom, assistindo o seriado uma coisa me chamou atenção no elenco masculino:

dominic-sherwood-taylor-swift-style-guy

Vamos começar pelo novo mocinho. Percebem a melhora? Tá, essa foto não é da série, mas, acho que ilustra bem…

shadowhunters-trailer-13

O melhor amigo do mocinho e o asiático de Glee (que sempre foi lindo e tá feio agora) são o provável casal gay da série. And. se tiver cena deles se pegando sem camisa vai ser muito bom.

500full-alberto-rosende

O melhor amigo da mocinha, que é visivelmente apaixonado por ela. Tem corpão e testão, mas, com um bom penteado, tá valendo.

Caso não tenha ficado claro, o elenco masculino é cheio de homens lindos fazendo papel de adolescentes. Tem como não amar?

Mas, outra coisa que ficou evidente é o dedo podre do canal original, as armas deles parecem saídas dos Power Rangers, mas dá pra tolerar quando a gente assiste algo pelo guilt pleasure.

shadow-hunters-01Ah, eu não prestei muita atenção, mas tem meninas bonitas na série (e a do meio insiste em usar no máximo 30cm² de tecido em cena).

0e8ba5a9-bff4-4847-a2fb-0b3750fe5baeEles têm aquela vibe malhação.

how-excited-are-you-for-shadowhunters-413970 E o triangulo amoroso tem aquela vibe gótico suave.

Mas, tio Tom, além de machos, o que mais temos?

A história de Clara Fray é uma jovem de 18 anos que se descobre uma Caçadora das sombras envolvida em um conflito por um cálice de grande poder. No entanto, ao invés de criar a menina com elevado treinamento para saber se defender quando um feitiço de proteção se acabasse (cof, cof, Harry Potter, cof, cof), a smartona da mãe apaga as memórias de Clara sobre sua origem e a cria como uma menina normal. Resultado? Quando chega a hora do pega pra capar, ao invés de ter uma menina preparada e que domina seus poderes, temos uma songa que precisa ser salva por terceiros. Mas, se não fosse assim, não teríamos o que assistir, né? A história ainda envolve clãs de criaturas mágicas de várias espécies.

Minha avaliação? É uma história decente envolvendo artefatos mágicos e um pessoal adolescente tendo que resolver as cagadas dos adultos. Aqueles clichês básicos de série de magia para jovens adultos. Mas, pelo episódio piloto, ela é bem tolerável e pode ser algo bom para assistir quando você está se recuperando de uma depressão pós Black Mirror. Resumindo bem, tá na mesma linha de Teen Wolf.

1e73a3ea63d03fa2653baa59d1f006cb

Que pecado! Esqueci de falar do protetor (?) da mocinha, o melhor amigo da mãe dela (safadona), Luke Garroway. Um policial que poderia vir me proteger aqui em casa.