Review – Ender´s Game O Jogo do Exterminador

E os panacas vão falar que esse filme copiou quem?

Enders-Game

A Terra foi atacada por uma raça hostil, os Formic, e levou um esculacho, mas graças as ações heroicas do piloto Mazer Rackham, conseguimos colocar os insetões pra correr, ainda que a um custo de milhões de vidas. Mas a vitória não foi definitiva e para isso a Frota Internacional foi criada, para proteger o planeta com naves e pilotos bem treinados. Para comandar tudo isso a Frota criou a Escola de Guerra, selecionando crianças promissoras de todo o mundo e treinando-as, tentando encontrar generais capazes, como um Napoleão ou Júlio César, para liderar as forças da Terra e prevenir uma segunda e pior invasão.

“Por quê crianças? Isso é absurdo Zuaiste, parece roteiro da Disney.” Se você pensou nisso, é porque você é burro, o que prova que o roteiro está certo. Crianças aprendem mais facilmente, mesmo conceitos complexos. E cinquenta anos depois da guerra, é a vez de Ender ir pra Escola de Guerra.

Ender é um raro “Terceiro Filho” desse mundo, cujo nascimento foi aprovado pelo governo devido a seus irmãos serem ótimos candidatos à Escola de Guerra, mas falharam. Bem, a terceira vez é a que conta não?

Lá Ender é colocado em estudos e práticas de combate em gravidade zero, com aulas tão complicadas que astrofísica é considerada matéria simples.

É isso que os jogadores de Xbox pensam estarem jogando usando o Kinect. Pobres iludidos.

É isso que os jogadores de Xbox pensam estarem jogando usando o Kinect. Pobres iludidos.

O filme tem, em boa parte dele, o clima da parte boa de Nascido Para Matar, aquela parte do treinamento e que a maioria das pessoas pensa ser o filme todo. Bem, deveria ser mesmo. MAS ENFIM, isso é porque é principalmente disso que o filme está tratando, da preparação para uma guerra. Essa aparente “falta de ação” certamente trabalha contra o filme, ou melhor dizendo contra a bilheteria dele. A galerinha Transformers vai se decepcionar com as poucas explosões na tela e  a galerinha Jogos Vorazes vai chiar com a falta de um romancezinho fuleiro.

FULEEEIIIIROOOO

FULEEEIIIIROOOO

O fato é que Ender´s Game acaba tratando de um assunto espinhoso, o modo como as crianças são tratadas e preparadas para a guerra. O que é preciso sacrificar para a vitória? Sua consciência, morais? Até onde o medo e a paranoia podem te levar? E sinceramente falando, acredito que parte do público do cinema não gosta de tocar nesses assuntos. Principalmente quando envolve crianças.

Falando em crianças, o elenco vai muito bem, desde o protagonista, Ender, interpretado por Asa Butterfield até o elenco de apoio e o micro-Gariba. É bom ver Ben Kingsley num filme que não é uma bomba, como ele tem se metido a fazer há vários anos, deeesde Ghandi praticamente. É interessante notar que a escolha do elenco levou a sério o caráter “Internacional” da Frota, pois há crianças e adultos de várias nacionalidades.

Han Solo está velho pacas.

Han Solo está velho pacas.

E esqueçam as posições polêmicas de Orson Scott Card sobre homossexualidade e outras milongas. Isso é idiotice, pois o livro não trata dessas questões nem de longe. Se quiserem levem essas discussões para a sala de bate papo do UOL.

O filme é dirigido por Gavin Hood, do abominável X-Men Origens -Wolverine. E ele faz um trabalho descente, o que prova que, sem produtores controlando todos seus passos e com personagens melhores que o Wolverine (não é difícil) o sujeito tem algum talento. Não é um dos grandes diretores da atualidade, mas não está ruim.

Propaganda da propaganda.

Propaganda da propaganda.

Os efeitos especiais estão bem decentes, fora algumas parte que você tem certeza que viu nas CG´s intros de Starcraft III, mas tudo bem, dá pra notar que os efeitos estão sendo usados para a história, não como muleta.

Ender´s Game é um um bom filme, não um PUTA filme, conseguindo ficar de mediano para bom no que se propõe. Num ano (no caso ano passado) repleto de bostas de ficção cientifica (Elysiun, The Host, Hombre de Ierro 3, After Earth) e bons (Pacific Rim, Gravidade e talvez algum outro) Ender´s Game fica entre os bons.

Ah sim, e pelamordedeus, não falem ou deem ouvidos a que falar que isso é “cópia de Jogos Vorazes/Mass Effect/ ou o caralho a quatro”. É baseado numa série imensa de livros, que começou nos anos 70. A inspiração mais provável é Tropas Estelares (os livros) e alguns contos do Azimov.

Zweist
08/01/2014
  • O_Comentarista

    “e o micro-Gariba”

    Se eu perguntar quem é, vão falar que é o meu pai.

    “E ele faz um trabalho descente”

    Ou seja, começou bom e foi caindo.

    • Evandro Loco

      Duro Golpe, não pera… Mole golpe!

  • GandalfKenobi

    ” É bom ver Ben Kingsley num filme que não é uma bomba, como ele tem se metido a fazer há vários anos, deeesde Ghandi praticamente”
    Po cara, e Lista de Schindller?

    • É mesmo, 30 anos fazendo filme ruim não é pra qualquer um. Porra Zweist!

  • Bob_Balburdia

    Nem sabia que esse filme já tinha estreado.
    Aliás, eu nunca sei de nada mesmo.

    • Evandro Loco

      Tá parecendo um redator crackeiro aqui do site!
      AHAUHAUAHAUHA!!!

      • Bob_Balburdia

        Não, é que eu tô sempre por fora das estreias nesses últimos tempos.

        E é por isso que eu acesso o SUPERAMICHES!
        Pra ficar sempre antenado nas ultimas novidades do mundo do entretenimento, sempre com um jeito jovem e descolado!!!!

        • Evandro Loco

          HAUAHUAHAUAHUAHAUHAUAHUAHA!!!!

  • Tom Grotto

    Sério que já estreou este filme?

  • Tom Grotto

    Sobre ser igual cópia do karalho-a-4, tem gente que fica sempre procurando comparar.
    Por exemplo, quem fala que Jogos vorazes é cópia de Battle Royale. Provavelmente não viu nenhum dos dois.

    • Evandro Loco

      Meu problema foi ter visto os dois, HAUAHUAHAUHA, li BR e fui assistir Jogos Vorazes achando que ia ver algo parecido com aquilo!

      • Tom Grotto

        Exatamente, é diferente.
        O filme do BR foca em relações interpessoais.
        Jogos foca em questões políticas e (no caso do filme) no romance.

  • Dr. Manhattan

    Ender´s Game é um um bom filme, não um PUTA filme, conseguindo ficar de mediano para bom no que se propõe

    MEDIANO? MEDIANO É O CARALHO!! O filme é mais murcho que o pau do Gariba. O filme fica entre “uma grande trolha de merda” para “traveco lambendo o próprio pau”… mas numa categoria acima de Jogos Venéreos… digo… Vorazes.

  • Ontem de bobeira pelo Netflix, coloquei esse filme pra assistir, bem legalzinho até, rola até um plot twist =D
    Minha dúvida é se tinha gente pilotando as naves no espaço ou era tudo controlado por computador!