Post reciclado – O Segredo da Cabana (The Cabin in the Woods)

cabinAe galera, beleza? Estou reciclando um post antigo do mrzi, de um filme que eu gosto muito e talvez tenha gente que ainda não conhece
Um grupo de jovens partindo para um fim de semana, regado álcool, drogas e sexo em uma cabana no meio da floresta, acabam despertando um mal antigo que vai matar um por um! Vocês já viram isso diversas vezes em filmes de terror, é o maior clichê ambulante do gênero, mas aqui é diferente, tudo isso tem uma explicação,

"Típico grupo de pessoas mortas!"

“Típico grupo de pessoas mortas!”

Dirigido pelo estreante Drew Goddard (roteirista de “Cloverfield – Monstro”) e escrito com a ajuda de Joss Whedon (“Os Vingadores”) O Segredo da cabana (2012) nos mostra que tudo o que acontece nos filmes de terror tem um propósito.
O filme começa em uma espécie de complexo governamental, o pessoal fazendo os preparativos para algo que ocorre todo o ano, e que parece ser em escala mundial. Em seguida, mostra os jovens universitários se preparando para uma viagem no fim de semana. Aqui temos todos os personagens típicos, o atleta, o intelectual, a virgem, a vagaba e o maconheiro, enquanto eles se encaminham para a cabana todos os passos são monitorados pela agência. Chegando à cabana após se estabelecerem e começarem a diversão, eles descobrem um porão cheio de objetos diversos, neste momento mostra que as pessoas dentro do complexo já estão tão acostumadas a realizar estes eventos macabros que são totalmente desprovidos de qualquer sentimento ou culpa pelo que possa acontecer com os inquilinos, chegando a fazer apostas para ver qual das maldições que será despertada para assassiná-los com requintes de crueldade e disputando com outros lugares iguais ao redor do mundo para ver quem conclui a tarefa primeiro.

AIMEDEUSDOCEUCREIEMDEUSPAITODOPODEROSO!

AIMEDEUSDOCEUCREIEMDEUSPAITODOPODEROSO!

O filme conta com muito sarcasmo e humor negro, mostra que tudo aquilo que os jovens estão vivendo lá é pura encenação, em prol de um objetivo maior. As melhores partes são o pessoal controlando todas as ações que devem acontecer na cabana (coisas que geralmente deveriam ser de origem sobrenatural), eles têm que fazer com que tudo ocorra conforme o cronograma, os membros do grupo devem despertar o mal, o casal tem que fazer sexo, a matança começa e a virgem tem que ficar por último, basicamente isso.

Quem ia?

O Toddy cogumelo ia

Não posso me aprofundar muito mais no texto, para não contar spoilers e revelar o final, só posso dizer que ocorre uma reviravolta e uma carnificina linda de se ver!
O filme foi uma grata surpresa, conseguiu transformar todos os clichês do horror em algo interessante, para você que sempre se perguntou “porque diabos esse pessoal é tão idiota”.

Evandro Loco
25/10/2013
  • David EVH

    Poxa, achei interessantche ! vamo procura na LoKadora

  • O_Comentarista

    Eu já vi esse filme e, tirando uma ou outra sacada, é mais do mesmo.

    • Evandro Loco

      Na minha opinião é mais do mesmo e não é, hehe, por causa de utilizarem todos os clichês mas tentando dar uma explicação cientifica em cima, achei muito legal!

  • Anubis_Necromancer

    Esse sim, poderia ser a refilmagem de A Morte do Demônio… Não a bomba que saiu depois…

  • Slag Lannister, pq eu sou ryca

    O filme é bem legal pois tenta explicar um pouco dos filmes de terror. Pq alguns personagens tomam algumas decisões tão idiotas, pq sempre tem que rolar um sexozinho.

    Mas não sei se foi um acerto ou um erro o filme expor logo no primeiro minuto (e nos trailers mesmo) que existia algo por trás daquilo tudo. Acabamos ficando tão mais interessados na explicação final do que no filme de terror em si.

    Tb poderiam ter optado em mostrar alguns dos cráaaassicos do cinema, tipo Freedie, Jason… mas sabe-se lá quanto seria a conta dos direitos autorais. E poderiam ao menos ter deixado explícito que aquela era a explicação de todos os filmes de terror americanos, por isso todo ano sempre tem alguma porcaria que é mais do mesmo.

    O filme poderia gerar várias histórias. Talvez não para outros filmes, mas para uma série em quadrinhos, quem sabe? E se no final das contas, ele não agradou, pelo menos tentou ser criativo e sair do “mais do mesmo”, o que para mim já vale a intenção.