Post dos Amiches – Tokumei Sentai Go-Busters por Egon Fantasminha Camarada

Tokumei 1

Ou em bom portugues: to comeno, sentáe Go-Busters!

Após o grande sucesso de Gokaiger a série que comemoraria os 35 anos da franquia de heróis multicoloridos do Japão, em 2012 a série seria sucedida por Tokumei Sentai Go-busters um super-sentai baseado espionagem e em Power Rangers… ue.

Muito parecido com o que fizeram em Kamen Rider, onde após um série comemorativa de aniversario onde o herói poderia ganhas os poderes dos protagonistas das séries anteriores, a Toei fez uma série com uma proposta mais parecida das versões originais. Pra quem não sabe Kamen Rider e Sentai foram criados originalmente pelo mesmo mangaká: Reginaldo Rossi

Se em Kamen Rider W puxaram a história pra um clima noir com super-heroi urbano, retornando as origens, em Go-busters a Toei tentou retorna a uma história que mistura espionagem em Sci-fi.

No plot: Em 2012 cientistas descobriram uma nova e melhorada forma de energia chamada Enetron que permitiu diversos avanços científicos como a criação robôs de estimação, armas de energia, trajes de proteção, mechas gigantes e o mais importante: a capacidade de converter matéria em informação e vice-versa permitindo o uso de teleporte para objetos inorgânicos através de uma dimensão de bolso chamada Hyper Space ou subdimensão.

Por conta disso uma misteriosa organização chamada Varglass ataca o centro de pesquisas que estudava o enetron, os cientistas para não deixarem suas pesquisas caírem em mãos erradas teleportam o prédio inteiro para a subdimensão, mas antes eles colocam uma “vacina” experimental em 3 crianças Hiromu, Yoko e Ryuji permitindo que elas sobrevivessem ao teletransporte, e de bonus ganhem super-poderes e fraquezas. 13 anos depois as crianças se tornam os Go-busters, parte de uma equipe militar focada em proteger as torres de energia de enetron e são a única esperanças de resgatarem suas famílias presas na subdimensão da Varglass que tenta constantemente roubar as fontes de Enetron da cidade.

As roupas rasgando e as máscaras quebrando é algo frequente da série

As roupas rasgando e as máscaras quebrando é algo frequente da série

Como falei a série tem muitas inspirações em Power Rangers(eles falam é hora de morfar até) especialmente na fase Disney onde os rangers tinham um super-poder individual(e que era uma bosta porque eles paravam de usar quando transformados) e não segue aquele roteiro típico de 5 minutos finais com lutas de robôs gigantes, tem episódios inteiros usando mechas outros em que ocorrem lutas intercaladas entre go-busters e monstros da semana e os robôs gigantes que aliás são chamado de Megazords, e alguns detalhes menores pra quem já é acostumado.

Go-buster e seus buddyroids

Go-buster e seus buddyroids

A série ainda trouxe algumas ideias novas como transformar os Megazords em personagens de verdade que falam, tem personalidades distintas, fazem greves trabalhistas na forma dos Buddyrois, androides de estimação dos Go-busters que servem de IA os robôs, suporte e posteriormente se tornam power-up dos heróis.

Outra coisa que parece ter sido inspiração americana, é o fato de darem explicações de vários detalhes que normalmente seriam “é assim porque sim”, afim de dar mais realismo na série. É explicado como os Go-busters podem se transformar e tirar armas do rabo, existe uma razão para as limitações dos vilões, um motivo pelo qual os vilões da semana tem que atacar em tamanho menor, e até é mostrado equipes de mecânicos fazendo manutenção ou modificações nos megazords para poderem fazer fusões.

Os vilões são sci-fi de forma hard, talvez a razão pelo qual teve baixa audiência é que talvez o conceito deles tenha sido complicado para as crianças, um dos poucos defeitos da série pra mim foi de ter poucos vilões (basicamente só tem 3 vilões diferentes a série inteira) quando a proposta permitia mais e assim não haveria tantos episódios filler sem graça, podendo ter feito igual a Dekaranger que tem uma temática parecida.

Enter e Escape a melhor dupla de vilões de sentai fácil

Enter e Escape a melhor dupla de vilões de sentai fácil

Em compensação a série nos traz um dos melhore vilões da franquia: Enter começa como o clichê de comandante bundão cujos planos sempre dão errado e vai evoluindo ao ponto de passar a perna em todos os personagens da história e se tornar uma ameaça ainda maior que o próprio chefe… e ele não é uma fantasia de borracha, o que conta muito.

Um outro defeito é que as tramas envolvendo espionagem vão diminuindo com o passar dos episódios, provavelmente por culpa da má recepção os roteiristas tentaram torna a série mais padronizada.

Go-Busters os mestres do disfarce

Go-Busters os mestres do disfarce

Enfim é uma série legal se não fosse pelo fato de ser focado mais no publico infantil, poderia render muito mais, infelizmente tokusatsu é feito toque de caixa então não se pode esperar muito.

PS: eu perdi os rascunhos do posts do Kamen Rider Madoka Magica e do Jiriya, talvez eu faça de novo… ou talvez não.

Mandem posts pra gente, que alguma hora sai! contato@superamiches.com

  • Frogwalken
    • Egon-pastor pastafariano

      eu li o comecinho(achei um scan incompleto) e ja dei curtir alguns lances como o Skull-man que foi o “rascunho” do que viria a ser kamen rider e o lance de ter um pouco de body horror que era algo que o ishinomori disse que buscava colocar em kamen rider, mas que não conseguia de forma satisfatoria

      • Frogwalken

        O bagulho é muito bom, acho que o único pecado dessa série é não ter no meio o Black e Shadow Moon.

        Mas como também li os Scans incompletos vai que aparecem mais pra frente.

  • [Better Call Harvey]

    Bacana o post, despertou a vontade de assistir Zyuranger e Dairanger pra ver quão melhores são das versões ocidentais

    • Egon-pastor pastafariano

      olha que dairanger eu vi muita gente falando que é chato pracaralho, ja zyuranger é a melhor coisa dos tokusatsus antigos: uma enorme falta de bom senso e bom gosto pra um programa infantil

      • [Better Call Harvey]

        AUshuHSuhUAHSUhUAHuA AGORA DEU MAIS VONTADE AINDA

        • Egon-pastor pastafariano

          Tokusatsu antigo, com crianças usando armas, tomando drogas, herois batendo em mulher gravida, insinuação a pedofilia.

          Tokus antigos parecem um outro mundo

  • O Impronunciável Zweist

    Assisti um tempo atrás, poucos dias na verdade, alguns episodios de um que não vou lembrar o nome, mas parece motivado por trens, até os visores dos capacetes tem algo como trilhos.
    Não é ruim, mas certamente não me empolga mais.

    • Egon-pastor pastafariano
      • O Impronunciável Zweist

        Esse mesmo. Tinha umas partes legais realmente.

    • Egon-pastor pastafariano

      Explicando de forma simples sentais e kamen rider ja tem um publico definido 10 anos pra baixo, então o “padrão” dessas séries tem sido uma caralhada cor e brinquedo, tanto que atualmente ja tem sentai com 12 rangers isso tudo por culpa executivo escroto querendo ganhar dinheiro.

      MAAAAANSSSS algumas vezes saem umas coisas na contra-mão justamente por culpa de executivo escroto querendo ganhar dinheiro que não consegue ver o proprio produto que vende, um desses exemplos é o Go-Busters e outro é o Kamen Rider Gaim feito pelo cara do madoka magica que ja faz uma piada de masturbação no segundo episodio

      • [Better Call Harvey]

        Sim, o negocio é feito pra mulekada, a gente assiste por nostalgia e porque tem um carinho por essas paradas, mas ver a sério mesmo não da mais.

        Esses dias tava vendo um Power Rangers na TV com o meu filho (que tem menos de um ano) e ele tava la vidradão assistindo, nem piscava, enquanto eu tava passando mal com a trama e as atuações.

        Agora se a Netflix liberar uns supersentais antigões (como promete desde 2014) ai acho que consigo me forçar a assistir

  • O_Comentarista

    Interessante o conceito.

    Egon poderia fazer post do Cybercops.

    • Egon-pastor pastafariano

      to com uma lista grande pra ver, cybercops não assisto desde criança

  • o Inconcebível Bob Balburdia

    Roupa rasgando e máscara quebrando constantemente não chega a ser um problema nessas séries com fortes restrições orçamentárias?

    • Egon-pastor pastafariano

      Tbm, mas concordamos que ver roupa a rasgada com fios a mostra e o visor quebrado é muito mais legal que um japa gemendo com uma sujeira no rosto.

  • Anubis_Necromancer

    A Saban meio que dropou essa serie em favor da próxima, pois adaptar muito dele para os padrões ocidentais, daria muito trabalho.
    Chegou-se a surgir um roteiro, mas sem confirmação do próprio, acabou se tornando algo bem “de fan”.
    No a história voltaria a ser centrada no planeta aonde o pessoal de PR Na Galáxia Perdida acabou caindo.
    E o virus de computador na verdade era o Venjix que sobreviveu no final de RPM, e acabou vindo para o “Sabanverse” (já que os anos que a franquia ficou na Disney era considerado realidade alternativa, até mesmo expresso no cross entre Super Samurai e RPM)

    E cabe a uma nova geração, chamados de Power Rangers Cyber Cops, salvar o planeta Mirinoi (lembrei agora do nome XD) da ameaça transdimensional.
    Um video explicativo aqui sobre a adaptação abandonada…

  • EricLima

    Post sobre Gaim seria maneiro sim… E Hibiki quem sabe.