Para ouvir antes de morrer – The Specials

1

Skaaaaaaaaaaaaaaa, \o/

Fala, galera… tudo bão c’ocês? É o meu primeiro ‘Para ouvir antes de morrer‘ aqui nesse site, então escolhi uma das minhas bandas preferidas… e uma banda que é bastante relevante pro cenário musical.

The Specials, ou  The Coventry Automatics e The Specials AKA inicialmente, é uma banda de ska do Reino Unido. A mesma foi fundada no final dos anos 70 (em 77 aproximadamente) e acabou por reviver um estilo musical que estava praticamente morto. Sim, o ska estava em uma grande decadência, os fãs permaneciam fiéis ao estilo, porém nenhum material novo e de relevância chegava em suas mãos.

2712221

Com a formação dessa nova banda, tivemos  o início da chamada Segunda Onda (ou Era) do Ska, Second Wave of Ska no ingrês mais bunitenho.  Juntamente com ela (a Segunda Onda do Ska oras pois) tivemos a consolidação do movimento 2Tone (ou 2 tons), isso devido ao selo criado por Jerry Dammers (um dos fundadores da banda) que levava o mesmo nome. O 2Tone possui esse nome pela estrutura da grande maioria das bandas de ska da época, em que os vocais eram constituídos por um branco e um negro, além de nos mostrar o visual mais clássico do skazeiro meô, unindo o melhor do visual Rude Boy jamaicano com algumas adaptações convenientes. Claro que vão rolar umas iBagens para vocês visualizarem isso… e vão estar mais abaixo. Então, o visual clássico e dexxcolado do two tone consistia, basicamente, em um terno preto, com camisa branca abotoada até o final, gravata preta (não necessário na real), meias brancas, um sapato quadradão styles (que na época era uma espécie de bota… bastante popular pelas metalúrgicas, barata e bastante resistente), chapéuzinho marotão e um óculos escuro pra tirar onda! Isso sem contar nas infinitas variações do look despojado, meô!

tumblr_lafw3meos71qcwofeo1_400

Variação de um autêntico rude boy jamaicano

scene

O visual rude boy “moderno”

Enfim, voltando pra questão musical da coisa, o pessoal da banda fazia um som muito diferentão pra época, bastante característico até hoje. Conseguimos identificar uma base de guitarra(s) profundamente cativante, mesclada com um baixo bem trabalhado, dando um balanceamento ótimo pra sonoridade. A bateria sempre cumpriu bem seu papel e a percussão ajudava a dar mais personalidade ainda. Não posso esquecer dos teclados bem posicionados e das vozes incríveis. Sem mencionar as ótimas inserções dos metais (trompete e trombone) e madeiras (saxofone). Sério… é uma das formações mais redondas e fechadinhas que vi. Tudo funciona incrivelmente bem, sem parecer aquela bagunça organizada, sabe?! E assim eu choro de emoção! \o/

Igual a maioria das bandas de ska, existiram MUITOS integrantes na banda e, infelizmente, nenhum dos fundadores está na banda até hoje. O que é uma pena, =(.

The+Specials+out+and+about

Ah, antes que me esqueça, a banda sempre mostrou uma boa adaptabilidade de seu som, diferenciando bastante do 2tone lááá do final dos anos 70. A gente consegue notar variações do ska, mod (teve seu auge nos anos 60 e que já é uma mistureira só: jazz, r&b, uma pitada de soul e ska jamaicano -o originalzão-), pop, reggae, new wave e o chamado reggae psicodélico. É claro que com as experimentações muitas pessoas crucificaram a banda por perder sua essência e sonoridade clássicas. Mas a sonoridade deles sempre permaneceu bastante agradável, além das letras sempre manterem um cunho social crítico bastante  interessante, mantendo o climão padrão da banda.

2tone-ska-man-rude-boy-dancing-3309-p

Ilustra cláááássica de um rude boy, :)

The Specials possui alguns poucos e ótimos álbuns. Infelizmente nunca tive a oportunidade de ter algum deles…. eu nunca procurei com mais afinco na realidade, mas sempre que achava algum LP, era abusrdamente caro. Acho que dá pra entender meu ponto, né?! De qualquer forma, eis os discos: The Specials (1979), More Specials (1980), In the Studio (1984), Today’s Specials (1996), Guilty ‘til Proved Innocent! (1998), Skinhead Girl (2000), Conquering Ruler (2001). Isso sem contar alguns Lives, Greatest Hits, EPs e coisas do tipo. E, sendo bastante sincero, alguns desses álbuns eu nem sabia que existiam…. nunca ouvi e nunca consegui achar um torrent decente e com feeds, #tristinho.


Larguei um monte de músicas deles aí nesse post, espero que vossas senhorias tenham ouvido e entrado na VIIIIIIIIIIIIBE!

Se quiserem acompanhar mais alguma informação sobre a banda, tem aqui o SITE DELES. Dei uma olhada rápida e, aparentemente, não está tão atualizado assim… mas ainda é uma boa pra achar referências da banda e tal, além do layout skazêra ser style bagaraio!

Specials-Ghost-Town_beckman

Abraços aí pra geral, até uma próxima… e não se esqueçam: skankem (do verbo skank, skankar… que é o ato de dançar ska, :D) como se não houvesse amanhã! o/