O Abismo Negro

Black_Hole_Soundtrack_Cover_by_wilkee

Vou tentar usar o nome em inglês desse filme para atrair pesquisas erradas.

 

Há momentos que a Disney tenta se arriscar fora de sua zona de conforto. Quando isso acontece, os resultados costumam ser no minimo, incomuns. Um desses experimentos foi O Abismo Negro.

É um filme sombrio, muito, e nem mesmo estou falando padrão Disney, é quase sombrio nivel Enigma do Horizonte. Não tem, obviamente, os mindfucks de Enigma… mas não faltam mortes, violencia e personagens bem fudidos da cabeça.

Num futuro distante pra caralho, uma nave de exploração, a USS Palomino, está voltando para a Terra quando descobrem um buraco negro e uma nave, nos limites do horizonte de eventos (a, digamos, fronteira do buraco negro. A partir dele a força gravitacional se torna irresistivel). A nave é a USS Cygnus, considerada desaparecida há décadas.

Eles resolvem investigar, ou não haveria filme, e descobrem um campo de gravidade nula ao redor da Cygnus. Acaba que eles encontram o Dr. Hans Reinhardt, o cientista chefe da nave, o único que ficou na nave. Ele tem permanecido ali todo esse tempo conduzindo pesquisas no buraco negro, ajudado apenas por drones humanoides e um robo, Maximilian.

Dr. Evandro faz a mais louca ciencia.

Dr. Evandro faz a mais louca ciencia.

Reinhardt explica que a tripulação voltou para a Terra há muito tempo, pois a Cygnus foi danificada numa chuva de meteoros, exceto o pai de uma das tripulantes da Palomino, que resolveu ficar para ajudar e eventualmente adoeceu e morreu, desde então, Reinhardt tem usado os drones para ajuda-lo. E avisa que, em alguns dias ele pretende levar a Cygnus para dentro do buraco negro, protegida pelo campo de gravidade nula.

blackholecrew

O Homem Sereia não parece confortável em entrar num campo de gravidade destruidora.

Outro dos exploradores resolve ficar e ajudar, o resto se prepara para ir embora quando os reparos da Palomino terminarem. Eles estranham o comportamento dos drones da nave e apos investigarem, descobrem que eles são a tripulação original da Cygnus, lobotomizada e, bem, essencialmente, morta. A tripulação havia se amotinado contra Reinhardt, que fez Maximilian os lobotomizar.

tumblr_mus8zuYNtV1qhcrb0o1_500

Os tripulantes da Palomino tentam escapar, principalmente porque Reinhardt já começou o mergulho no buraco negro, e na luta, o gerador de gravidade nula é danificado, e a Cygnus começa a se desmantelar.

Os exploradores escapam em uma nave de fuga da própria Cygnus e mas acabam entrando na singularidade, enquanto a outra nave, aos pedaços, a acompanha. Começa então uma sequencia viajandona, que mostra os sobreviventes atravessando algo parecido com, sei lá, uma catedral psicodélica, e Reinhardt e Maximilian indo parar, sei lá também, no inferno, literalmente.

blackhole95

O filme é de 1979, ou seja, dois anos depois de Star Wars, mas parece anterior, sendo um dos muitos filmes feitos na esteira de Star Wars para tentar surfar na mesma onda. E definitivamente, não é um filme muito bom. As partes interessantes são intercaladas por momentos muito tediosos. A ciencia flutua entre pouca e zero. A Cygnus no entanto é uma bela nave por fora, com um visual muito particular. O que se destaca mesmo é a bela e sombria trilha sonora, excelente por sinal.

Muito bonita mesmo

Muito bonita mesmo

Os efeitos especiais são inconstantes. Alguns parecem bons para a época, outros, como os asteroides transparentes perto do final e mesmo o design ridiculo dos robos auxiliares, B.O.B. e V.I.N.C.E.N.T. são pra lá de ruins. Entre os são bem feitos se destacam a direção de arte, dos longos ambientes da Cygnus e tals e o ameaçador Maximilian.

54caec9976858_-_evil-robots-02-0612-de

Mas enfim, é um filme que tem um certo status de cult atualmente, com partes interessantes, e poderia ser melhor se tivesse uma produção mais acertada, se fosse mais como Alien por exemplo, que é do mesmo ano.

Mas ei, teve uma adaptação de quadrinhos feita por um cara que vocês talvez conheçam

Mas ei, teve uma adaptação de quadrinhos feita por um cara que vocês talvez conheçam

Zweist
09/08/2016