Mad Max – Estrada da Fúria

Highway to hell

mad-max-fury-road-title-card

Há 30 anos saiu a Cúpula do Trovão, o terceiro filme do ex policial Max e suas andanças em um escrotizado mundo pós apocaliptico. De lá pra cá muita coisa mudou. A carreira do Mel Gibson está tão fudida quanto o planeta. E por isso as coisas tiveram que mudar um pouco.

O velho diretor George Miller afirmou ter passado esses 30 anos tentando fazer o quarto filme e a espera foi compensadora.

ford-mad-max-concepts-06-570x320

O filme segue Max (agora interpretado por Tom Hardy, ironico, já que seu Bane parecia o Lorde Humungus) zanzando pela terra devastada cada vez mais maluco, quando acaba sendo apanhado e levado como peças de transplante para a estranha sociedade erguida por Immortan Joe. Ele acaba envolvido na fuga da Imperator Furiosa (Charlize Theron, quase embarangada. Quase), isso leva a uma grande perseguição acompanhada de perto pelo estranho e fodido Nux (Nicholas Hoult), por toda a terra devastada.

mad-max-fury-road-image-600x371

E esse é o filme basicamente. Sabe as partes mais legais dos outros filmes, quando Max está lutando contra um milhão de carros fudidos em uma orgia de destruição? Esse é o filme. E é um dos melhores filmes de ação de sabe-se lá quanto tempo.

Ao ver os personagens, lembramos que George Miller é o criador de alguns dos tipos mais legais do cinema. Como esquecer o menininho do bumerangue, ou Master Blaster ou Lorde Humungus? Immortan Joe, Nux e mesmo Furiosa ganharam um bom lugar de destaque entre suas criaturas da areia. Incrivel quanto desenvolvimento de personagens foi colocado durante a perseguição e como não parece forçado.

Hardy e seu fetiche por mascaras

Hardy e seu fetiche por mascaras

Li aqui e ali um mimimi sobre o grande destaque da Imperator Furiosa e não dá pra dizer que são infundados. Ela tem um papel de protagonismo e logo deve ganhar um spin off chamado Mad Max: Furiosa. O fato é que, a maioria das coisas nesse filme são feitas por mulheres e para elas. Max é realmente relegado a um papel menor. Mas não se deixe enganar. Estrada da Fúria é ainda adrenalina e testosterona correndo livre como deve ser.

Mad-Max-Fury-Road-Final-Trailer-Meet-Imperator-Furiosa-Video-479670-2

É um filme que só posso chamar de “honesto”. Nessa terra devastada de CGs que vivemos, a decisão de Miller de usar o minimo possivel de computação gráfica é de uma sensatez tão dificil de achar quanto um tambor de gasolina cheio. Está cheio de referencias aos outros filmes, detalhes e easter eggs à mitologia de Max.

altt3owhnqmtk5ixxonx

Evitem de ver esse filme em casa primeiro. Um espetáculo sincero de glorioso metal voando por todo o deserto deve ser desgustado primeiro na tela grande do cinema.