Leia esta merda! – Queda de Murdock

DD

Quando você cai no escuro ou com os olhos vendados, a curta distância entre você e o chão parece um precipício. Dessa vez a queda foi a mais alta que se pode imaginar.

Lá pro meio da década de 80, quando Frank Miller ainda não tinha pirado, os quadrinhos viviam seu auge criativo, e o hoje velho gagá era um dos principais responsáveis por isso. Depois de escangalhar com a narrativa tradicional de quadrinhos em Ronin e produzir o clássico absoluto Cavaleiro das Trevas ele retornou à Marvel para escrever na humilde opinião deste que vos escreve a sua melhor obra: A Queda de Murdock.

Daredevil_BornAgain06

Na merda da merda da merda da merda…

A sinopse todo mundo já conhece: Karen Page, agora uma viciada em heroína, vende a um traficante a identidade do Demolidor, algo que logo chega aos ouvidos do Rei do Crime. O bolota então usa de seus recursos para quebrar o herói, tanto física quanto psicologicamente. Sua casa é destruída, sua licença de advogado é caçada, é quase morto pelo Rei enquanto quem leva a culpa é sua outra identidade, toma um chifre da namorada com o bosta do Foggy e ainda consegue ser esfaqueado pelo Tucão, sim, aquele bosta que usou a roupa do Metalóide.

Por que eu gosto tanto dessa obra? Simples, nunca algo tão impactante foi feito com um herói. A Queda do Ceguinho é exatamente o contrário do Dark Knight (uma das poucas coisas do Batman que gosto). Enquanto a morcega se mostra como o fodão que bate em tudo e todos e sempre está certo, o morcego da editora que vale descobre no decorrer da história que o fundo do poço tem estacionamento no subsolo. Frank Miller usou o conceito básico de Marvel de humanização dos personagens e o levou ao extremo. Não é simplesmente uma história de super heróis, é a jornada de uma pessoa que foi até o inferno e deu a volta por cima. Durante boa parte você esquece do Demolidor e se fixa em Matt Murdock.

Outro ponto muito importante: David Mazzucchelli. Esse feladaputa desenha pra cacete, e se não fosse o bastante a narrativa também é do caramba. Lembrando novamente que essa era uma época em que a narrativa e distribuição de quadros nas páginas estavam mudando, graças a isso fomos brindados com cenas como essa.

bornagain

Uma lágrima masculina verteu aqui.

Frank Miller criou um modus operandi e um nível de qualidade pro personagem a ser seguido até hoje (menos a fase do Demolidor de armadura, malditos anos 90), mesmo não sendo um líder de vendas , observa-se sempre um certo carinho e preciosismo em relação as pessoas envolvidas nas histórias do personagem.

Enfim, se você nunca leu eu sugiro que vá se ferrar, e depois confira, afinal, é leitura obrigatória pra qualquer fã de quadrinhos. E se não quiser comprar tudo bem, se a coleção de Salvat não for cancelada o encadernado vai sair na metade do preço do da Panini.

Daredevil-by-David-Mazzuchelli

Salvat nos salvará!

  • O_Comentarista

    História foda! Do tempo que tinham coragem de ferrar um personagem de forma que convence quem lê.

  • Evandro Loco

    Mal posso esperar por esse encadernado, ótimo post Godoka!

  • Senhor Suíno

    Essa história é ótima, mas se parar pra pensar o Jeph Loeb deve ter escrito mais histórias boas no geral que o Miller. Miller deu sorte.
    Frank Miller enlouqueceu mais, mas sempre foi um idiota, apenas demoramos pra perceber isso. Ninjas, prostitutas e prostitutas ninjas, esse é o mundo preto e branco de F. Miller. E tal qual uma prostituta ninja ele nos enganou vendendo suas histórias como carne fresca. Era novidade, hoje é piada. Hoje é a prostituta deixou de ser ninja e não aguenta nem um sumô, e esse efeito do envelhecimento da puta véia Miller vem se alastrando por tudo que ele toca. Fez um filme? “Ah, legal.”. Fez mais um? “Puta merda, alguém interna esse cara!”.

    A propósito, ME DÁ A BRANCA! NÃO, NÃO, A VERMELHA! A VERMELHA!!!

    • O Miller tem o mérito de ter sido um dos responsáveis pela revolução da narrativa das histórias, e isso já conta muito.

      E teve uma fase que o cara foi soltando muita coisa boa, Ronin (que será resenhada) Cavaleiro das Trevas, Queda de Murdock e Bátima: Ânus Um em sequência.

      O cara perdeu a mão em algum ponto do caminho, mas até as histórias autorais são boas, pelo menos as antigas. Já o Loeb eu não conheço nada além de Demolidor: Amarelo, que é bom mas nada demais.

      • Churrumino

        Dizem que Homem-Aranha Azul tbm não é ruim. Confere?

        • Nunca li, não encontrei os scans e não compro nada com o nome do Loeb na capa.

          • Churrumino

            Vejo todo mundo falar que o único trabalho dele que presta é essa série das cores. E o pior é que Homem Aranha: Azul tá na coleção da Salvat.

          • O Loeb ganhou fama com Batman: O Longo Dia Das Bruxas, dizem que esse foi o auge do cara.

            Mas como não gosto de Batman eu caguei pra essa também.

          • Churrumino

            Ia morrer e não ia saber que era dele. Mas como é Batman, tbm cago e ando.

          • JJota

            Batman – O Longo Dia das Bruxas e Vitória Sombria são os principais trabalhos do sujeito, na minha opinião.

          • Renver

            Dia das Bruxas eu também considero muito bom… principalmente a segunda história (do Chapeleiro Maluco)…

            Agora Demolidor Amarelo é bom, mas você precisa saber mais ou menos o contexto das histórias abordadas, senão perde 40% da graça… Tipo Marvels a edição do Galacticus sabe, ali mostra os humanos enrascados mas não mostra como o F4 salvou a pele de todo mundo, se vc não tiver uma noção meio por cima a história (do F4) perde um pouco o impacto.

            Mas algo que você pode ler sem medo é SUperman As Quatro Estações.

        • JJota

          É bem mais ou menos. O Loeb consegue criar bons momentos, mas a história principal é fraca. Tim Sale se esforça, mas ele termina caindo no erro de muitos desenhistas, que “engordam” o Peter quando ele coloca o uniforme de Aranha.

          • Renver

            Concordo JJ… tem bons mommentos (alguns dão até um nô na garganta) mas a trama principal falha mesmo…. fica aquela sensação de uma fod# boa mas mau finalizada…

            E olha que eu li logo após A Morte de Gew Stacy… essa sim me fez sair extasiado.

          • Senhor Suíno

            Eu já acho que HA Azul e Marvels conseguem dar um tom dramático mais eficaz ao Aranha que a própria história original da morte da Gwen.

          • Dr. Manhattan

            Prefiro o Strazas… que mostrou que a Gwen não era moça direita. (os JJ e Moe choram abraçados ao hímen rasgado da filha devassa do Capitão Stacey)

          • Senhor Suíno

            Straczynski fez a Gwen que vale. Pior que pra cronologia é a que vale mesmo HUAHAHAHA

        • Senhor Suíno

          Eu achei legal.

      • Senhor Suíno

        “O Miller tem o mérito de ter sido um dos responsáveis pela revolução da narrativa das histórias, e isso já conta muito.”
        Frank Miller é o pai do Liefeld e da geração Image. Tudo o que a turminha do Jim Leexo explorou foi o Miller que lançou. O herói durão metralhando frases de efeito risíveis, as mulheres putas não necessariamente corretas anatômicamente, armas, muitas armas, conspirações militares. Queda de Murdock não é isso, mas Cavaleiro das Trevas tem muito disso. Tem conteúdo também, tem uma narrativa ótima, mas teve tudo para descarrilhar a indústria de quadrinhos e conseguiu.

        Alan Moore mostrou o lado bom dos quadrinhos mais adultos, Frank Miller fez um “filme de ação” dos anos 80 com frases ridículas como “isso não é uma fossa, é uma mesa de cirurgia e eu sou o cirurgião” e pariu a geração Image de sua cloaca. Todos querendo ser Frank Miller e fazer quadrinhos “adultos, sujos e realistas”.
        Veja que o que surgiu de bom depois do Frank Miller tem muito pouco de influência dele. Já o que surgiu de merda… bem, basta dizer que o próprio Loeb tem muita influência do Miller.

        • Renver

          Por um lado seu argumento tem lógica…

          Os roteristas penderam muito mais pro lado massa veio do Miller (porcamente, diga-se de passagem) do que pro lado introspectivo, desconstrutivo e alucinôgeno do Alan Moore.

          Viu estoru virando um Sith aprendiz de SS…

          Haters gonna haters!

    • Renver

      SS nosso hipster visionário culto preferido…

    • Senhor Suíno

      Uma coisa boa do Loeb desconhecida: Desafiadores do Desconhecido, em parceria com o Tim Sale.

  • Foca Fofoca

    Prefiro a versão do Punho De Ferro:

    Calvici: A Queda De Godoka.

    • Anubis_Necromancer

      Falando nele…
      Teve alguma coisa assim na história do persoangem?

      • Foca Fofoca

        Do Godoka? HAHAHAHA Sacanagi. Não sei brother. Nunca li nem revista solo dele.

      • Não, o Punho ficou muito tempo sem revista própria, só aparecendo em revistas alheias.

        Teve a fase desenhada pelo cara que desenha o Hawkeye agora que reformulou e aprofundou o personagem e só. Não costumam a fazer algo profundo desse jeito com personagens de 2º escalão.

  • Action Figure Assassino

    Mas ele é cego ou é murdock?

    • GandalfKenobi

      negativo from hell essa ( enquanto o fiscal nao aparece)

      • Fiscal das Prassódias

        Agora vou positivar só de sacanagi.

        • GandalfKenobi

          Voce é um fiscal bem imparcial, hein?

          • Evandro Loco

            Tu fica se metendo no serviço dos outros!

  • David EVH

    pegaram o murdock e o transformaram em brasileiro ! Feio pobre e Fudidu !

  • GandalfKenobi

    Porra, tenho 2 SuperAventuras Marvel que tem as 2 primeiras partes, mas o restante que completa a história não acho um sebo que venda isso nem com uma I.A de orgao de espionagem me ajudando!!
    Pra completar, não acho o encadernado da Panini também!! TODA A ESPERANÇA ESTÁ NA SAVAT!!

    • Dr. Manhattan
      • Manhattan economizando meu tempo!

        o/ o/ o/ o/ o/ o/ o/ o/ o/ o/ o/ o/ o/

        • Dr. Manhattan

          “Nóis tamo aí é pra isso mermo… é pra dar força”

          América, Torcedor Puto do

      • GandalfKenobi

        EU NAO GOSTO, EU NAO GOSTO…

        • Dr. Manhattan

          Então toma… no cu!!

    • Renver

      O da Panini vc acha na comix sussegado, por 120 dilmas!!!!

      hauahauahauahau

  • Churrumino

    A Queda de Murdock vai ser o volume 10 da Salvat, ou seja daqui a dois meses ela chegará as nossas mão. hehehe!

  • Po cara, isso não é uma merda, essa história é fodona!!!

  • Dr. Manhattan

    Não esqueça, Godoka… quando sair pela Salvat, diz aí como é a edição aeuahuehauehaueauehuehuaeheauhuehueahuahuehauhe

    • Hahahahahaha, vai chegar aqui daqui a uns 5 meses! Mas quem faz esses reviews geralmente é o Churrumas.

      Eu só falo de coisa velha pra ter desculpa de por o scan nos comentários. Falando nisso tenho que caçar os links pra esse.

  • Dr. Manhattan

    Melhor história do Demolidoire… uma das 3 melhores da história da Humanidêis… indubitavelmente. E quem discorda tem mãe puta e vó biscate.

    • Renver

      Essa história faz parte do cânone das melhores HQs de tdos os tempos.

      Que são a maioria da DC.

  • O Impronunciável Zweist

    O problema é que, os autores de tempos em tempos, se vêem, ao contrário do Murdock, na necessidade de fuder a vida do Audacioso e fazer esse puto reconstruir tudo de novo.

    • Evandro Loco

      Arco atual do Mark Waid está excelente!

  • JJota

    Uma das coisas fodas nesta história é que o Miller trouxe novamente para o centro do palco uma questão que, volta e emia, o pessoal começa a desdenhar e apontar como infantil: a identidade secreta. De posse do verdadeiro nome do Demolidor, o Rei não foi lá e matou o sujeito: ele fodeu com a vida dele aos poucos, empenhado em primeiro destruí-lo como cidadão, depois como homem e, só no fim, como super-herói.

    Mas é importante lembrar o título original deste arco: Born Again. A história do reerguimento do herói – ainda mais forte – termina sendo o foco principal. Miller arrebentou com o Demolidor pra poder depois mostrar a sua redenção.

    Resenhei esta história muito tempo atrás de vocês:

    http://www.iluminerds.com.br/iluminamos-a-queda-de-murdock/

    • Senhor Suíno

      É uma pena que depois disso praticamente todo escritor tentou seguir a mesma trama com o Demolidor, só mudando os personagens. Sim, vieram muitas histórias boas nesse molde, mas quase sempre a mesma coisa: o inimigo tenta enlouquecer o Demolidor atacando sua vida pessoal, ele supera isso e vence o inimigo.
      Foi assim com a Ann Nocenti (que achei ótima), onde o Mefisto, entre outros como o Rei do Crime e a Mary Typhoid, tentou destruir o Demolidor.
      Depois teve a fase enrolada pra cacete do Chichester onde até a SHIELD tenta manipular a vida do Demolidor, além do Tentáculo, de “macumbeiros” e de tudo que o Chichester conseguiu enfiar naquelas histórias, como a volta da Elektra.
      Então veio o fim da fase do Chichester e a passagem do JM DeMatteis, onde o Demolidor surta novamente devido às manipulações vilanescas e decide não ser mais Matt Murdock e não ser mais Demolidor mas volta a ser Demolidor usando o uniforme original (quase não lembro direito dessa fase).
      O massacre à vida pessoal do Murdock só deu uma aliviada na fase do Karl Kesel, pra depois a mesma fórmula retornar com toda força. Aí vem o Kevin Smith, o David Mack, o Bendis, o Brubaker…

  • cgui

    porra, por alguma razão do além eu não deixei um comentário aqui…
    Godokas, ótemo post, entende?!
    mandou benzaço! :)

  • Ultimate_Hawkeye

    MAIOR GIBI

  • Leandro Carlos

    na minha humilde opinião está entre as cinco melhores dos quadrinhos

  • Cofre do Ultra #TeamSapão

    E eu pensando que a piada da Salvat nos salvar era minha. Que ingênuo sou eu.