Kirikou: Os Animais Selvagens

Maixxx netflixxx

1

Bem amigos, mais uma vez estou aqui para falar de um filme presente no nosso futuro patrocinador.

Kirikou: Os animais selvagens é a continuação do filme Kirikou e a Feiticeira, entretanto eles não tem nenhuma correlação, e não é necessário assistir um para entender o outro. A história é uma animação francesa de 2005.

2

A animação começa com um ancião, o avô de Kirikou, contando-nos a sua história. Um recém-nascido africano virado no Giraya, que corre muito e é bem inteligente, mais do que os adultos. A aldeia que Kirikou vive é diversas vezes atacada pela Karabá, uma feiticeira má que usa-se de seus feitiços para foder com todo mundo, tanto que quase não existem homens na aldeia, pois ela COMEU todos, só não sabemos se foi biblicamente ou não.

A aldeia começa a fazer sua própria plantação com a ajuda de Kirikou, usando uma técnica para fazer uma irrigação com o rio próximo. Até que em uma noite uma hiena maldita fode com tudo e destrói a plantação de maconha, e mesmo após os aldeões fazerem várias coisas para parar com os ataques, eles continuam a acontecer. Não entendendo o por que um animal carnívoro atacava uma plantação, Kirikou descobre o problema, mas como iam morrer de fome, ele propõe uma outra atividade.

3

Bem, o filme é bem simples, os personagens não são muito aprofundados, afinal acho que não é nem a questão. Achei muito interessante a história, pois ela carrega elementos culturais importantes de algumas culturas africanas, por exemplo, o avô de Kirikou contar a história faz sentido, pois lendas e mitos, eram contados pelos anciões para os mais jovens, para tornar isso um aprendizado para eles, e por vezes, essa contação de história ser um rito de alguma passagem eclesiástica.

Outro ponto importante é a nudez, onde não há maldade. As crianças andam nuas, e as mulheres estão com os seios a mostra. O que faz muito sentido. Acredito que a história se passe na África antes da colonização européia do século XIX, onde houve uma imposição cultural, que os seios deveriam ser cobertos, pois descobertos eles eram detentores de pecados. Como as sociedades africanas não tinham a ideologia cristã, que coibia o corpo, faz sentido eles não terem vergonha dos seios da mulher, que são uma parte do corpo como qualquer outra.

4

Pontos negativos. Sociedades assim carregam forte influencia religiosa em sua cultura, e em momento algum os seus deuses foram citados. Não nomearam a aldeia e a etnia, isso faz parte um pouco do pensamento europeu, onde buscava generalizar todas as culturas, e as empobrecerem. A lingua do filme é francesa, o que faz sentido pois o filme é frances, mas mesmo assim, É UMA LINGUA BOSTA, sinto muito, mas além de explorarem africanos, obrigar eles a falar francês… é muita maldade </3.

Ele tem no youtube também =D então dá para mostrar ele para a criançada.

Garibilbo
08/12/2014