Khaal – Cronicas de um Imperador Galáctico

Khaal - Chronicle of a Galactic Emperor Vol 02

Khaal lhes dará o que vocês querem!

 

 

Criar um imperio galatico não é um trabalho fácil. Você pode criar uma Federação de Planetas com diplomacia e tals, mas se quiser um império, vai ter que sujar as mãos.

Principalmente se você não for um velho caquético com cara de saco escrotal e não tiver um sadomasoquista asmático como guarda costas.

Khaal se passa nos ultimos dias do Empyreon, o grande reino galáctico, quando ele sucumbiu sob o próprio peso e se esfarelou em terriveis guerras civis. Bilhões morreram. Os sobreviventes mal lembram do porque da mortandade.

Verso_214614

No entanto, um lugar foi esquecido no meio disso tudo. E.T.H.E.R é uma gigantesca nave prisão onde a escória da galaxia era mandada para ser esquecida. Lá, nesse grande mundo autonomo, os descendentes dos criminosos criaram sociedades brutais, divididas pelas três raças que ali habitam. Os telepatas psycogs, os etéreos, capazes de atravessar paredes e os humanos e suas mutações. E esse pessoal todo está sempre voando no pescoço uns dos outros.

O lider dos humanos é o brutal Khaal, que esta enfrentando dois problemas, descontentes com sua forma de gestão e uma aliança entre os psycogs e os etereos, ambos temerosos das ações futuras de Khaal.

Khaal-Interior-page-1

Escrito por Stephane Louis e desenhado por Valentin Sécher, é algo como uma mistura de Conan e Kratos, ou seja, boa e saudável hiperviolencia, num cenario onde também existe a boa intriga que antecede a matança.

Serão 4 numeros e esperemos que alguma editora pare de lançar besteiras e traga essa coisa pra cá.

  • O_Comentarista

    “Khaal lhes dará o que vocês querem!”

    Já pensou se ele se chamasse Khuul?

    E essa nava prisão parece presídio brasileiro…

    • Frogwalken

      E o Rei Kull beijou o MONXTRO na BOCA!

      Por isso que Valusia foi pra vala…

  • Renver

    Isso eu só acho importando?

    • O Impronunciável Zweist

      Por enquanto sim. Posteriormente, provavelmente também. Não acho que venha pra cá.