Império Secreto 1 – Shit all around

capa

Primeiro nem sempre é bom

Então no numero 1 de Império Secreto, como podemos notar, a historia já começa com a America dominada pela Hydra e todos vivendo como se sempre fosse assim. Então não esqueça de ler 160 tie-ins. Parece ter se passado muito tempo desde Imperio Secreto 0.

salve hydra 1

Doutrinação nas escolas. Prometo não fazer nenhuma piada e… shit.

Enquanto isso, no espaço, a Capitã Marvel manda uma mensagem para alguém, qualquer um, na Terra, pedindo ajuda, já que ela e seu pessoal ainda estão presos ali lutando contra os Shitauri. Porque não foram para qualquer outro lugar, pelo menos para reagrupar e recuperar, isso não é explicado. Afinal, não é como se estivessem defendendo a Terra. O mesmo escudo que não lhes deixa voltar, impede os Shitauri também de entrar.

capita marvel 2

Então tem um guri fugindo e sendo salvo pelos Campeões. Ele está fugindo de robôs que usam a tecnologia do superadaptoide para combater todos os superpoderes. Literal Deus Ex Machina, por que então a Hydra nunca usou essa coisa?

robos depos 2

E os superadaptoides sempre são derrotados mais facilmente que o Rocket Racer.

A fuga dos Campeões nos dá tempo de acompanhar como está o dia-a-dia do Capitão. Depois de passar um sabão num monstro qualquer, num daqueles discursos bem “Superior Homem Aranha”, sabe, aquela coisa de “Sou muito mais eficiente e preciso.” Que é basicamente dizer que todos os outros escritores anteriores não eram. E vemos sua equipe de Vingadores.

Deadpool, Treinador, Feiticeira Escarlate, Superior Octopus, Formiga Negra, Visão e Thor sem Nome Próprio. O Lobo na Liga da Justiça pelo menos faz algum sentido.

vingadores depois antes 3

E a América está indo muito bem sob controle da Hydra. Temos o Dr. Faustus na Bolsa de Valores, Arnin Zola em uma inauguração de fábrica, Kraken assinando um acordo de comércio com a potencia econômica de Madripoor e um aeropolvo aviões, ou seja lá como chamar isso, voando sobre a Casa Branca.

avanços da hydra depois dos vingadores

E um reporter menciona que os crimes violentos caíram 75% sob a Hydra.

Tem mais algumas coisas, conversa dos lideres da Hydra informando o Capitão sobre como a nação soberana mutante na California tem que ser observada com cautela, comentários da ação dos Campeões em Nevada e o Dr. Faustus falando sobre como usam o flúor no suplemento de agua para deixar as pessoas mais obedientes e dóceis. E o pior, é que tem gente no mundo real que acredita nisso. Nick Spencer talvez?

Mas de toda forma, falando nos Campeões, eles voltam pra base secreta deles e são bem recebidos.

viuva da cara torta depois dos avanços

Macniven não conseguindo manter a coerência nos rostos por dois quadros. Ele parece alternar desenhos feitos com a mão com feitos com a bunda

Lá, o guri que foi resgatado pelos outros guris é levado até o “Bebado”. Isso mesmo, a IA do Tony Stark está de fogo e pouco se importa com o que o guri traz, um pendrive vindo de Rick Jones e que pode concertar o Capitão.

 

Mostrando que é uma narrativa feita por um mestre, a história nos leva até um jantar do Steve Rogers com a misteriosamente veiaca Sharon Carter, onde ela continua negando que esse seja o Steve que ela conhecia e ele afirma o contrário. A razão dela estar ali? Pedir clemencia para Rick Jones, que está preso e deve ser executado. AHA!  Tá vendo como essa historia é bem construída? O Jones é mencionado num lugar e passa a ser o foco da conversa em outro! Jênio!

sharon veiaca depois da viuva

Sharon pelo menos sabe usar “fascista” num conceito onde a palavra realmente é válida e não apenas xingamento de guri de apartamento.

O Capitão se compromete a falar com Rick e convence-lo que ele está lutando pelos mesmos princípios de sempre, e que se importa com ele, um grande amigo afinal. Tudo que Rick tem que fazer para ser poupado é mandar um “Salve Hydra!”. Ele recusa, dizendo acreditar no Capitão no final das contas, o Herói dele.

capitao nao abre a boca 3

O guri levado até a Tony Pinga 2.0 tenta convence-lo a prestar atenção no pendrive e nas informações, e recebe a confirmação que o Capitão não é um clone e nem está sendo controlado mentalmente. Eles invadiram locais onde esperavam encontrar provas dessas coisa, tomaram um sacode, e bem, desistiram. Resolveram apenas se esconder.

Então rolam mais algumas coisas, Capitão encontrando a Madame Hydra, a mulher mágica que recrutou ele pra Hydra décadas atrás, e eles conversam sobre precisar recuperar o Cubo Cósmico e tomarem cuidado com os outros membros do conselho da Hydra.

E a fé de Rick Jones no Capitão é, digamos, injustificada.

rick jones ja era 5

A revista termina com os octoporta polvos, sei lá, da Hydra se movendo em direção ao esconderijo dos bunda moles e o narrador mencionando como eles eram incapazes de fazer qualquer coisa.

voo da hidra

Já há algum tempo, a Marvel tem usado o Shock Value para vender.

Os escritores de maior destaque que sobraram na editora, pelo menos da já velha “nova geração”, Spencer, Bendis e Slot, são indicativos de quão baixa está a qualidade.
Pior do que isso, o tipo de mentalidade reinante por lá. Afinal, Slot afirmou que seu vilão favorito do Aranha era…Peter Parker.

E parece ser isso. A sombra da “desconstrução” que Watchman lançou nos quadrinhos. Ninguém mais no universo Marvel é digno de ser chamado de heroi, exceto os personagens criados de 2000 pra cá.

Os famosos “pés de barro” sempre foram uma marca dos heróis da Marvel, principalmente em contraste com os da DC na Era de Prata. Mas visto como alguns deles passaram a se comportar desde uns anos para cá, bem, em outro universo estariam em uma cela em Belle Reve ou no Arkhan.

O Professor X virou um cara que sai mandando equipes X para a morte e apagando a cabeça das pessoas para que esqueçam isso. Reed Richards se tornou um dos maiores cusoes ja vistos com a familia. O Aranha vende a alma pro diabo e recentemente invade um país soberano. Ciclope estava a um passo de dirigir um caminhão sobre uma multidão de humanos. E a lista segue.

É só notar a atitude dos heróis veteranos e dos novatos. Os veteranos estão vencidos, desistiram, Os jovens ainda acreditam que podem fazer a diferença.

Aparentemente ainda há mais dois meses disso, até tudo voltar à normalidade. E isso praticamente já foi anunciado como fato ocorrido.

Em todos os meus anos acompanhando essa indústria vital, essa é a primeira vez que isso me acontece. Ver uma saga tornada irrelevante pela editora ENQUANTO ela acontece.

  • O_Comentarista

    Zweist, DCnauta, fazendo resenha de uma saga tão merda da Marvel? Deve ser praga judaica…

    Ainda vou imprimir essa merda de saga só pra limpar a bunda.

    “e que pode concertar o Capitão.”

    E vc pode consertar isso tb…

  • [Better Call Harvey]

    Eu desisti de megasagas em Blackteist Naigth!!!

    achei que ia revolucionar o universo DC e principalmente a cronologia do Lanterna. No final foi tudo uma merda sem sentido algum.

    Depois de tudo aquilo (e suas centenas de tie ins) ainda fui ler anos depois Age of Ultron, e PQP que merda fumegante foi aquilo!!!

    Desde então cago pra todas as mega sagas e noticias safadas como “capitão nazista” ou “pacto com mephisto”.

    Pra mim os quadrinhos marvel e DC acabaram nos anos 90

  • o Inconcebível Bob Balburdia

    Acho que chegou a hora de lançar a BALBURDIA COMICS, e ensinar esse pessoal como se faz quadrinhos de super heróis.

  • Pingback: 4cyn5et4m5t94c5t9m4vn54cx65()

  • Pingback: cnwy54wy54wy54wy5435te4c5t34()

  • Pingback: 3tnxyc3ut5x45wmtcy5454tnc3c()