Groo vs Conan

Saiba ó principe, que no anos que os oceanos tragaram a EC Comics e a ascensão de Jim Lee na DC, surgiu um bárbaro tão devagar quanto letal…

logo-groo-vs-conan

E seu amor por queijo derretido só era equivalente ao seu amor por uma luta. E esse era Groo. Andarilho. Errante. Bárbaro. Mendigo, pronto para destruir com suas asneiras os frágeis tronos da terra.

(Crônicas da delicia)

A editora Mythos resolveu lançar o encadernado temido por todos há anos, o encontro entre o bárbaro cimério, Conan com o andarilho fedorento Groo.

groovsconan_coverBG

A edição é caprichada, com um prefacio enorme do escritor de Groo, Mark Evanier e no fim uma galeria de desenhos tanto do criador de Groo, Sergio Aragonés quanto de Thomas Yeates, responsável pela parte de Conan.

A história segue um pouco o esquema dos outros especiais do Groo (Sergio Aragonés destrois a DC, Massacra a Marvel e outros), ou seja, parte é o próprio Aragonés e Mark Evanier discutindo algo relacionado e parte a historia em si.

A historia é simples. Um inescrupoloso primeiro ministro quer construir um castelo e precisa destruir uma panificadora famosa. Por alguma razão ele contrata Groo para isso, sendo que todos sabem que a maneira mais fácil de fracassar é ter Groo do seu lado. Mas enfim, ele faz isso e para se protegerem, os aldeões procuram um grande herói e encontram Conan.

Groo-VS-Conan

Os dois lutam e logo fica claro que será a mais dificil luta de suas vidas.

Os desenhos de Yeates tem a qualidade normal dele, bons, mas nada de estraordinário. Os desenhos de Aragonés são o de sempre, muito bons, com aquela qualidade normal dele. Aragonés é o unico cara do planeta que pode rivalizar com George Pérez para desenhar multidões gigantescas.

A historia parece ser a parte mais fraca. Evanier faz Conan soar parecido com a fala empolada do Thor em muitos momentos e parece não saber como seguir, pois as partes na “vida real” são mais frequentes do que nos outros especiais. E embora ele tenha prometido, muitas das piadas são repetidas.

conan 2

Há algumas sacadas bem boladas como Conan percebendo que  alguma coisa está errada (nos momentos em que ele contracena com os desenhos do Aragonés) mas o resultado acaba ficando meio fraco.

E realmente o Groo desenhado de forma realista por Yeates é pavoroso.

Vejam só

Vejam só

Zweist
31/08/2015