Dragon Half

Meu omelete.

Dragon_Half_cover

Sempre fiz o possível para indicar um anime, filme, ou seja o que for, que não seja muito difícil de achar, mas esse é um pouco mais trabalhoso. Em português pelo menos.

Dragon Half começou a ser publicado no final dos anos 80, na revista Montly Dragon Magazine.  E foi adaptada para mangá e anime. O mangá tem 7 volumes e o anime….. o anime teve uma curta a atribulada carreira.

Só teve dois episódios.

A historia segue Mink, uma meio-dragão. Ela é apaixonada pelo cantor Dick Saucer e acaba se envolvendo no diabólico plano do rei. Ele pretende, à principio, capturar Mink e usa-la como isca, atraindo assim os pais dela, o poderoso espadachim Ruth e Mana, a dragoa vermelha, que assumiu forma humana e é a mãe de Mink. Assim ele poderá matar Ruth e se casar com Mana.

hqdefault

Claro, o fato do marido dela estar morto não garantiria que Mana se apaixonaria pelo rei. Ninguém disse que era um bom plano.

Posteriormente Mink acaba cruzando o caminho da Princesa Viina, uma meio slime(!!) e se aproximando de Dick Saucer. Mas Viina, presidente do fã clube de Dick Saucer, esmaga os sonhos românticos de Mink. Saucer é, além de cantor, um famoso caçador de dragões.

Mink, Dick Saucer e o Rei Demonio, no mangá

Mink, Dick Saucer e o Rei Demonio, no mangá

Mink só tem uma escolha então, entrar a Poção –Pessoa, que irá torna-la uma humana completa. Nessa viagem ela é acompanhada por suas amigas, Lufa a elfa e a pequena Pia, enquanto é caçada por Viina e pelos agentes do rei, o guerreiro Damaramu e o planejador mestre Rozario.

animuru-dragon-half-1280x960-wallpaper-002_zpsba63d846

O anime, com apenas dois episódios só vai até o final do campeonato  de artes marciais, o Brutal Killer Martial Arts Tournament e o mangá segue muito mais longe. Eles até notam como tiveram que fazer cortes na história.

Dragon-Half-02.mp4_001182016

Como é comum em mangá, o artista foi alterando o seu traço e a partir de um certo ponto se torna extremamente estilizado. Mas como praxe nos anos 90, o resultado não quer dizer que ficou bom. Mas realmente nada que comprometa a história.

Não é esse tipo de mudança que eu quis dizer.

Não é esse tipo de mudança que eu quis dizer.

Pois a historia vai se tornando mais e mais absurda com situações cada vez mais ridículas de forma que você meio que ignora o traço, apesar de ter muitas piadas visuais. A história é realmente hilária. Fez muito mais sucesso nos EUA do que no Japão quando do lançamento, o que talvez explique os dois unicos episódios.

 

Um dos melhores usos de Beethoven já vistos. Ou ouvidos. E é chamada “My Omellete”.

Zweist
29/06/2015