Darth Vader – O Clamor Das Sombras

darth-vader-clamor-das-sombras-3

Porque toda regra tem uma exceção.

images.livrariasaraiva.com.br

Ambientada numa questão de meses antes e depois da Ordem 66 e estabelecimento do Império, a história conta a trajetória de Hock Malsuum. Hock não foi batizado com esse nome ao nascer, os clones não ganhavam nomes, apenas um número de série para identificação. Clone de Jango Fett, Hock lutou ao lado dos Jedi contra as forças separatistas, e foi deixado para morrer em um deserto por um deles após se ferir em batalha. Os clones podem ter parecido peças descartáveis para alguns Jedi, mas certamente eles mesmos não se sentiam assim.

swdcs2p6

Apesar das adversidades Hock sobreviveu, e adotou o nome do deserto no qual renasceu como sobrenome. Após ser resgatado à beira da morte por um fazendeiro que o contratou como empregado, Hock começa a ouvir rumores sobre um guerreiro Sith que luta como jamais nenhum Jedi lutou, e que assim como ele nutre  um ódio imenso pelos Jedi. O clone se une aos stormtroopers e sua habilidade acima da média logo chama a atenção de Vader, que o torna membro da Legião 501, a tropa comandada pelo Lorde Sith.

darth2

Hock admira e confia em Darth Vader como nunca foi capaz com os Jedi, porém ninguém anda tanto tempo junto do lado sombrio sem se abalar. Em uma missão contra um grupo rebelde, o clone acaba sendo abatido e é salvo por aqueles que julgava ser os seus inimigos. A crença dos rebeldes na liberdade e a capacidade de auto sacrifício dos líderes pela causa leva o soldado a questionar se o lado do qual está lutando realmente é o correto.

***

star-wars-darth-vader-and-the-cry-of-shadows-5-child

Depois da terrível O Esquadrão Perdido, eu estava esperando mais uma bomba quadrinística do universo Star Wars esfregando o meu desapego com meu próprio dinheiro, mas eis que tive uma boa surpresa aqui. O roteiro de Tim Siedell é simples, muito bom e sem furos, apresentando uma crônica fechada sobre um dos maiores ícones da cultura pop. Se tem algo que precisa ser mencionado nessa história, essa coisa é o respeito ao cânone do personagem, o que geralmente falta. O Darth Vader apresentado aqui é o que todos esperam que ele seja, frio, obstinado, severo e mal, nada do vilãozinho chorão e indeciso da outra história.

670f767846b5c10af204feb5dacca4f0

Os desenhos ficaram por conta de Gabriel Guzman, que apresenta um belo trabalho, com um traço que lembra vagamente o realismo de artistas como Bryan Hitch, ótima escolha para uma história com clima mais sério e sombrio. A capa do encadernado e as outras reproduzidas internamente ficaram por conta do brasileiro Felipe Massafera e são  um show a parte. Já faz  um tempo que a Panini lançou essa história, mas se alguém encontrar dando sopa em alguma banca o meu conselho é que compre sem medo.

o1c1cHkn_2005141949501

Godoka
19/04/2017
  • Desde quando o universo escandido ser ruim é regra?! Porque só assim pra isso ser exceção.

  • O_Comentarista

    Esse sim é o Vader que vale.

  • o Inconcebível Bob Balburdia

    Vaderzão da porra

  • O_Puto

    Uma caracterização foda do Vader é a de Star Wars Rebels. Quando ele aparece só rola um pensamento, “todo mundo tá fudido”.

    • Sim cara, ele aparece e é todo mundo correndo com a mão na bunda! Muito foda!

      • Anubis_Necromancer

        Vader lá só “cagou” quando topou com a Ahsoka.
        Mas depois voltou ao normal e tentou mata-la

  • Pingback: x78bn5t37bc45rtb3x45ctbwxds()

  • Pingback: best weed grinder()

  • Pingback: kroger name change()