Dark Souls III

Morra uma viagem para Lothric.

DARKSOUL_facebook_mini

 

Então acaba de ser lançada a nova versão da série Dark Souls, no caso o terceiro jogo. O quarto, se consideramos Demons Souls como o primeiro.

A história….bem, é  melhor deixar uma coisa bem clara. A historia nunca é clara.

No caso aqui, você é o Ashen One, que tem que encontrar e naturalmente obliterar os Lords of Cinder para impedir uma tremenda merda de acontecer. É…. em resumo seria isso. É mais elaborado que isso, mas nenhum jogo da série entregou a história de mão beijada.

2997457-fire+keeper+in+firelink+shrine

E por falar em mão beijada, vale falar um pouco sobre a tão falada dificuldade da série. Como posso dizer… é dificil, e não é, ao mesmo tempo.

Uma pessoa jogando algum DS (vou usar essa sigla quando falar de qualquer Dark Souls, não é Nintendo DS nem Dark Schneider) pela primeira vez vai ser morta impiedosamente, mesmo que tenha sido criada pelos crueis consoles de 8 e 16 bits.

15230211430065

Isso é claro até que aprenda as mecanicas de como o combate funciona, as esquivas, quais ataques podem ser bloqueados e quais devem ser evitados e por ai vai. Não é complicado na verdade.

Claro, mesmo um cara que domine bem a coisa toda ainda pode ser morto por um miserável grupo de esqueletos se vacilar um pouco que seja. Isso é algo comum na série. Mesmo um personagem de alto nivel pode acabar derrotado por um erro bobo de cálculo do jogador.

dark_souls_3_uk_collectors_edition_wide_1

Os chefes, bem, costumam ser dificeis mesmo para alguem que passeie pela fase. É uma série que é mais baseada em paciencia do que reflexos rápidos.

Tem algo de melancolico nesse jogo. A história e o mundo giram em torno de cinzas e brasas, de um mundo que está agonizando. Se nos jogos anteriores já havia o peso dessa morte do mundo, aqui, ele está em estagio terminal. Essa melancolia se reflete nos cenários, repletos de cinzas e brasas apagando. Esse é um tema tão presente que se reflete até no icone que você usa para recuperar Humanidade, desta vez são os Embers (brasas) e na aparencia do seu personagem quando ele está em forma humana. É como se ele estivesse em brasas.

dark-souls-3-screenshot-12.0

Para esse jogo, o criador da série, Hidetaka Miyazaki (o cara que leu muito Berzerk), voltou e assumiu as rédeas da bagaça novamente. Ele trouxe consigo uma imensa quantidade de fanservice da série. Andre, o Ferreiro, Firelink Temple e até um cara, morto, morto mesmo, usando a clássica armadura Elite Knight de Astora, quase no começo do jogo.

dark-souls-3-undeadfextralife1

Outra coisa que voltou veio lá de Demons Souls, a barra de energia magica. Em DS I e II cada magia podia ser usada um número determinado de vezes, até se esgotar e ter que ser recarregada nas Fogueiras ou com itens especificos, então DS III tem um Estus Flask para recarregar a barra de magia.

Há uma enfase pesada na construção do personagem e do equipamento, permitindo uma maior caracterização e dando ao jogador uma personalização maior para um estilo de jogo, os famosos “builds”. E para isso o combate está refinado ao seu ápice, rápido e respondendo de forma excelente.

Dark-Souls-III-6

Os cenários estão localizados ao redor do Firelink Temple, num hub parecido com DS II, onde os NPCs ficam reunidos e é dali que se parte de uma fase para outra. As fases parecem ser em menor numero desta vez mas elas são muito maiores e bastante labirinticas.

Há outra razão para a melancolia aqui. Segundo Miyazaki, esse vai ser o último jogo da série Souls. É possivel, já que a From tem a série Bloodborne agora e ela pode ser a mãe adotiva dos possiveis órfaos da série.

Dark-Souls-III-Screenshot-Oficial-01-4k-3840x2160

Na questão técnica, os gráficos não se destacam pra caralho. São bonitos e bem feitos e transmitem a opressão e decadencia esperada, assim como a trilha sonora que é de qualidade como sempre.

Dark Souls III não reinventa a roda e nem se propoe a isso. É uma sequencia com uns melhoramentos aqui e ali, alguns dos problemas já habituais da série, como a camera que as vezes resolve te fuder, como tudo mais na verdade. Mas ao contrário de séries que saem desnecessáriamente todo ano, DS é aguardado o bastante para a galere deixar passar os defeitinhos e curtir a vibe dificultosa.

iudex-1-980x653

Pra finalizar, um pequeno desabafo. Vi, aqui e ali, alguns comentários sobre como a série deveria ter um Easy Mode. Alguns argumentam que, se houvesse uma opção para facilitar o jogo, o mesmo alcançaria uma maior variedade de jogadores, pois há aqueles que se intimidam com a dificuldade de Dark Souls.

Bem, eles que se fodam. Simples assim.

Iudex-Gundyr-battles-player-to-test-their-worth-1200x675

Há uma atitude de que todo mundo deve poder aproveitar a experiencia e facilitar as coisas proveriam isso para jogadores menos “hardcore” digamos assim. Essa atitude está generalizada na industria de games hoje, e é por isso que temos tutoriais imensos e jogos que pegam na sua mão como aquela abominação do Super Guide em New Super Mario Bros, que termina a fase pra você. Esse pensamento de que todo mundo tem que aproveitar, todos tem que se divertir com tudo e ninguém pode perder para não se sentir tristinho.

Dark Souls Comic

Se todos os jogos atuais tivessem a dificuldade dos antigos, Dark Souls não se destacaria tanto. Aquilo era o comum, como qualquer jogo do Megaman ou mesmo Alex Kidd pode comprovar.

Nosso amiche Godoka sempre admite que usa trainer até para jogar Paciencia, mas isso é uma escolha absolutamente dele, não algo imposto ao desenvolvedor. Sempre houve easy mode em muitos jogos, mas não todos. Se o cara não consegue jogar por ser muito dificil, bem, paciencia, que vá jogar outra coisa.

jpg

 

Afinal de contas, o mesmo Godoka fez um post sobre Laranja Mecanica, todo escrito naquela linguagem maluca do livro e nem por isso acho que deve ser feita uma versão em português compreensivel do livro ou mesmo do post. Se eu não consigo entender ou se a linguagem me irrita, vou ler outra coisa.

NorthernWarrior_RGB.0

Isso de que “mas você está se privando de um clássico” não cola. Vou atrás de outra coisa.

E, só pra deixar registrado. O Easy Mode da série Souls é jogar usando magia.

maxresdefault

 

 

Zweist
18/04/2016
  • Vei, se o cara tá pedindo easy mode pra Dark Souls ele não deveria estar jogando Dark Souls! Agora falando sobre o que já vi do jogo(ainda não joguei, mas to acompanhando 3000 vídeos): acho que o maior problema para os fãs mais antigos vai ser a eterna punhetação em cima de elementos clássicos do Demons/DS1.

    Dark Souls III pode ser comparado a um filme do Tarantino: tem uma história ali, mas se você conhece os filmes de onde o diretor bebeu, você vai perceber as tomadas, as falas, tudo de onde veio.

    Sinceramente to muito empolgado não apenas com o fechamento do ciclo da série Souls pelo Miyazaki, mas como as possibilidades das versões do Demons(e com certeza mais a frente do DS1)! :D

    • [Better Call Harvey]

      Eu to esperando a Sony criar vergonha na cara e lançar uma versão de PS4 com retrocompatibilidade para PS3.

      Ai eu posso jogar Dark Souls, Read Dead Redemption e os joguinhos da PSN que eu baixei alem de poder jogar The Witcher 3, Bloodborne e DS3

      • O ruim é que o DS1 não tem digital nem no PS3, só tem o DLC(Prepare to Die).

  • Muito dificil, prefiro Angry Birds.

  • O_Comentarista

    “jogos que pegam na sua mão como aquela abominação do Super Guide em New Super Mario Bros,”

    Guia pro Super Mario? Pqp! A que ponto chegamos!?

    Fazer um build do personagem igual o Vinnie e deixar ele morrendo eternamente nesse jogo, o que não é difícil.

    • Um dia jogando o New Super Mario Bros do Wii, cheguei numa fase muito fudida, morri várias vezes, aí apareceu uma tela pedindo pra confirmar, não sabia o que era mas confirmei, assisti estarrecido o Mario atravessando toda a fase sem a minha ajuda!
      PORRA!! Sé é pra assistir gameplay eu vou pro Youtube!!!!

      • Felipe P. Silveira

        “PORRA!! Sé é pra assistir gameplay eu vou pro Youtube!!!!”
        Ou vai jogar Last of US

    • [Better Call Harvey]

      IMPOSSIBRU!!!!

      Sr. Vinnie da vida real (Aquela ruiva louuuca) não vence nem uma lata de coca-cola, o que dirá dela num jogo tipo Dark Souls

  • não li tudo, vou fazer isso assim que tiver um tempo…
    sobre o easy mode, pra mim o Dark Souls 2 apresentou isso de uma forma magistral (e que eu amaria que continuasse existindo na série, mesmo que eu não usasse)… é o esquema dos inimigos pararem de dar respawn…
    basicamente, quando você mata eles umas 15 vezes, eles param de existir… pode parecer muito, mas 15 vezes é um número até que razoável para o número de vezes que você morre num chefe e precisa refazer todo o trajeto novamente.
    É uma solução de design inteligente pra poupar um pouco mais os jogadores…
    Pelo que vi, as bonfires estão muito mais perto, em geral, dos chefes, então isso por si só já uma espécie de “easy mode”.
    Ah, outra coisa que li por cima: jogar de sorcerer sempre foi o jeito mais sossegado de levar Demon e Dark Souls, mas pelo que acompanhei, Dark Souls 3 conseguiu dar uma equilibrada (no início) pras magias, dificultando mais a bagaça… no late game, continua forte pacaralho, mas o que não é forte pacaralho na reta final?
    :D

    • Então, Cgui, acho que esse do respawn é uma parada muito falha, saca? Destrói a lore do Chosen One e do mundo cíclico. Claro, pro maluco que tá morrendo loucamente e não consegue nem chegar no chefe, ajuda bastante, mas é muito leite com pêra e ovomaltine.

      Querendo ou não, a série Souls é bem de nicho, é bem difícil você achar um fã da série que vá reclamar desse ponto. Ele reclama de outras paradas bem injustas que tem no jogo, coisa que não dá pra ser percebido ou erros mesmo de jogabilidade.

      • PCB

        “Ain, que nada, a jogabilidade da série Souls é perfeita, você que não tem abilidaids…”

      • ah, velho…
        se eles tivessem a intenção, poderiam ajustar a lore à seu bel-prazer, saca?
        eu sou a favor de democratizar com essa facilidade…. pra mim é um modo incrível de tentar balencear a parada até que a pessoa possua habilidade o suficiente.
        esse papo de fã (que eu sou, inclusive) de que estraga e trivializa o jogo é batido… entendo que é um jogo de nicho, mas qual o problema dele ser mais acessível?
        eu costumo ser bastante democrático em várias coisas… e não seria diferente nesse jogo…
        ter mais gente jogando e falando sobre é bom demais pra saúde da comunidade, especialmente por serem mais casuais, que é um ótimo respiro pros “hardcore” de plantão.
        Também tem o fato de que se você não quiser, você não precisa usar isso (que foi o que eu fiz… no DS2 eu só comecei a matar tudo na área lá pelo NG+2 ou +3… eu já tinha feito tudo o que queria e só fiquei de bobeira fazendo bosta).

        • [Better Call Harvey]

          Eu acho que zoa o jogo, isso de não dar respawn.

          Pra mim, no DS 1, a melhor luta do jogo é contra o Osterin e Smooth, onde você só passa se tiver a ajuda do Solaire (mito0)

          Ai pra você chegar até os chefes, tem que matar um dark knight e dois Gigant Guardian apenlanzaços, sem perder muito sangue ou gastar muita magia.

          Só pra você TENTAR lutar contra os chefes apelões.

          PERDI O NUMERO DE VESES EM QUE MORRI SÓ PRA TENTAR CHEGAR NOS BOSSES COM O SOLAIRE DO LADO, sempre perdia ele pra um dos Guardians .

          Se tirasse o respawn seria muito zuado, você simplesmente morria no chefe e voltava lá de boaz. O Legal é passar tudo de novo

          • então, véio…
            mas isso só acontece ao matar os inimigos 15 vezes… ou seja, vc precisou morrer nos chefes e matar TODO mundo no caminho 15 fucking vezes até chegar naquele estágio…
            concordo com isso de que fica vazio e tal, MAAAAAS pensa no lado daqueles que já morreram tudo isso de vezes no chefe e continuam fazendo o mesmo caminho: vai ser um pouco mais tranquilo chegar até lá e continuar com o teu progresso…
            Se o cara já tentou tudo isso, acho que pouco provável que ele vá desistir logo nessa etapa. Ele teria feito isso antes…
            Eu, você, o Thiago e tantos outros (por jogarmos o DSI) devemos fazer a mesma coisa: Morremos? Damos AQUELE corridolão e tamos no boss mais uma vez… as vezes morremos no meio do caminho, mas faz parte.
            E não me leve a mal, eu levei uma madrugada pra conseguir bater no Fatboy Slim.. foram algumas horas ininterruptas!

            A única coisa que tô dizendo é que seria uma ótima comodidade pra quem quiser usar!
            É igual aquele covenant do segundo jogo que não deixava summonar ninguém, vc não era invadido e os monstros ficam BEM mais difíceis… tbm é uma decisão inteligente do quesito “quer mais dificuldade, joga assim que tá sussa bro”.
            Daria pra pensar em algo semelhante… de repente ter um covenant que limita o respawn de monstros… basicamente pra dar aquele empurrão extra pra quem tá sofrendo pra passar do bicho.
            Além de tudo, da questão do nicho do jogo e de sua popularidade, é interessante que as pessoas que joguem consigam terminá-lo… bom, que pelo menos tenham recursos e formas de fazer isso.
            Volto a repetir que não é o meu (o nosso) estilo de jogo, mas a forma de jogar isso é tão diversificada que eu acredito que entraria bem na pauta, :)

          • [Better Call Harvey]

            Acho que a questão do puro bloqueio de respawn é zuada.

            Mas gostei da ideia de uma covenant que bloqueia summon, ou que limita o número de magia.

            imagina, uma covenant onde não da respawn, mas todos os jogadores invadem PREFERENCIALMENTE o seu game =D

          • isso existe no DSII é um covenant que aumenta a vida de todos os bichos, aumenta o dano deles, bloqueia vc summonar qualquer pessoa ou NPC e vc tbm não é invadido por eles…
            é o hard mode mais puro de todos :)

            seria uma boa forma de balancear: tipo, depois das 15 vezes os bichos não dão mais respawn, mas você tem mais chances de ser invadido…
            tbm tem o fato da cagada da barra de vida do DSII diminuir conforme as mortes… acho que isso ajuda pro conceito da interrupção de respawn.
            Nesse já não é tããão crítico assim, :D

          • Aperipê

            “Pra mim, no DS 1, a melhor luta do jogo é contra o Osterin e Smooth, onde você só passa se tiver a ajuda do Solaire”.

            Cara, se dependesse de outras pessoas (reais ou npc´s) nunca terminaria um jogo da serie. Não tenho webs em casa e so fiquei sabem que dava para chamar o solsinho depois de terminar.
            E olha que sou muito ruim.

          • [Better Call Harvey]

            AUShuaHUSHuahUHSUhuAHUShUAHUS

            eu joguei o jogo sem detonado nenhum, só depois que fui usar um guia pra ascender as armas e armaduras

            e só contra os dois que entendi que pra invocar o Solaire (ou outro NPC) tem que tar na forma humana.

          • mano, eu levei mais de 100h pra zerar o DSI…
            eu fiz quase tudo o que dava pra fazer…
            tanto que depois dessas primeiras jogatinas, eu nunca mais passei pela árvore e fui lá onde tem um dragão (que tem um covenant, não me lembro mais)…
            puta área inútil, AIUEHAHUAHUUHHUAhu…
            sobre summonar os bonecos, eu saquei que tinham alguns selos em algumas lutas e descolei depois de umas horas esse em anor londo :D

          • [Better Call Harvey]

            AHSUhuAHSUhuaHUshuAHusa Aquele dragão é bem loko e arruma um espada fodinha, mas a área não presta pra porra nenhuma.

            E a covenant dele é uma bosta tmb.

          • A Covernat dele não é pra pegar o set de dragão? É bacana

          • Ash Lake, Cgui. Aquele dragão ali é muito zoado. O cara arranca o rabo dele e ele caga pra gente! kkkkkkkk

          • essa bosta mesmo…
            só fui lá no primeiro playthrough, aIUEHUAHUAHUUHEHAUUH

        • Assim, concordo plenamente que para a Lore, essa desculpa de eternal respawn é bem batida, mas também ela funciona lindamente. Eu não sei se virei muito fã da série e por isso cago para os diversos probleminhas que ela tem, mas depois que “descobri” a história do jogo simplesmente não consigo ignorar o quão foda ela é.

          E claro, essa merda ser RECHEADA ATÉ A BEIRADA DO TOBA de elementos de Berserk acabam por me fazer amá-la incondicionalmente.

          • eu virei fãzaço tbm… mas acho que tenho muito preguiça de ficar acompanhando a lore e tal…
            PS: confesso que vi bilhões de videos do VaatiVidya (nunca consigo escrever o nome desse cara, hahahahah).. os videos são sensacionais, tá loco <3

            Sim, mano… esse DSIII exala Berserk de todos os poros… o que é sensacional *_____*

  • PCB

    Esse estilo de jogo não é pra mim… na primeira vez que eu ver um cavaleiro gigante virando um monstro mais gigante ainda eu tiro o jogo do Ps4 e vou jogar Flower kkk.

  • Não é pra mim. Simples assim.
    Mas concordo que não deva existir um modo for dummies. Quer jogar? Se fode aí mas face it!

    • PCB

      Nego vai jogar dizendo que depois de enfrentar um chefão por 4 horas e derrotá-lo há um prazer enorme. Dê-me 5 minutos de nuapeladapornorxxx.com que fico feliz do mesmo jeito.

      • [Better Call Harvey]

        Ainda mais se esses 5 minutos forem no trabalho…

    • Felipe P. Silveira

      Lembra de Ninja Gaiden?
      O para Xbox e depois o segundo para Xbox360 tiveram que receber versões mais fáceis para PS3 porque a Sony achava que o jogo na dificuldade dos Xbox afastaria os jogadores.

    • [Better Call Harvey]

      Na capa do jogo já vem escrito: PREPARE TO DIE

      Fazer um modo easy é você simplesmente se contradizer. Fora que o jogo além de difícil (porem justo), ainda não te aponta a direção de nada!!

  • Felipe P. Silveira

    Lembro de um cara reclamando de Halo Reach, o melhor FPS da geração passada, porque os inimigos simplismente não deixam você, jogador, ganhar.
    Imagina esse cara jogando no Lendário…

  • [Better Call Harvey]

    “O Easy Mode da série Souls é jogar usando magia.”

    MEUUU PAUUUU DE ÓCULOS!!!

    Fala isso pros dois Sanctuary Guardians com quem tenho que lutar AO MESMO TEMPO e sempre morro miseravelmente.

    Cara, eu uso o Set completo do Ravel (armadura + Escudo) e o Cajado de Cristal com todas as magias apelonas de cristal e mesmo assim não duro 2 minutos…

    O Jogo é treta foda, e isso porque eu to no Level 230 com 50 de atributo em tudo.

    • Frogwalken

      Gameshark e Codebreaker são muito amor,
      pena que não funfavam no meu PS2! =(

    • O Impronunciável Zweist

      A armadura de Ravel fode a sua mobilidade, tem que tentar algo mais leve para um Bolerão de Ravel.

      • [Better Call Harvey]

        Tento outras mas NUNCONSIRU

        o DLC Artorias do AbismU é muito difícil, mas é lekal pacas.

    • Vei, mas os dois Sanctuary Guardians é uma trollada master… Um só já é chato bagarai.

  • ótimo texto, Zweistaço.
    Eu concordo com a maioria das coisas que você escreveu e tenho uma sensação diferente sobre algumas outras…
    eu vou fazer um post pra complementar o teu com a minha visão… vou aproveitar um textolão que eu fiz (e nunca publiquei/publicarei) sobre DSII e talz, :)

    • PCB

      Depois, pra completar o combo, o Godoka já emenda com um de “porque odeio esses malditos jogos difíceis que te fazem arrancar todos os cabelos da cabeça”.

      • [Better Call Harvey]

        Sim, defendendo o uso de cheat code; falando como Max Payne é bom (aquela boxxxta); como ele jogou N64 pela primeira vez ao 25 anos

        • Frogwalken

          Star Ocean 2 onde matar certos inimigos era o inferno na Terra! =D

  • Frogwalken

    Dark Sonia? Pffffffffffff!

    BITCH PLEASE!

    Se esses TOSTINES reclamam dessa birosca, deixa na mão deles
    um SILVA SURFA do Nes ou mesmo um Chakan ( Mega Drive )
    pra eles sentirem o significado da DOR! =D

    Ainda lembro de High Seas Havoc,juntei 99 vidas durante o jogo
    e perdi 50 pro Boss Final! BWAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

    E tem um joguinho de PS1 que faria o Sonia parecer uma
    simples camponesa de nobre coração que vai todos os dias
    ao bosque recolher lenha:

    DARKSTONE!!!

    Eu sofri pra acabar essa merda e no final tinha opção pra
    o jogo voltar ainda mais dificil!

    Mas valeu a pena por causa desse clipe maneiro! =D

  • Ow, alguém aqui topa gravar (algum dia) um podcast bem pedante sobre a série Souls e outrãs coisãs?
    Eu sou parsa demais pra isso, <3

    • Frogwalken

      Mais FACIO com SKullgirls, já que até PC do Milhão roda esse! =D

      • mas a ideia era falar sobre jogo bom, :P
        Hahhahahahha

        • Frogwalken

          Só porque as lutadoras são TUDO GOSTOSA?

          Isso é culpa de uma Sociedade Burguesa
          Femitobinha Viada Tostines que não dá valor
          as Bundifora Delícias!

    • [Better Call Harvey]

      tenho vergonha e não tenho skype em casa.

      Mas apoio a idéia o/

    • [Better Call Harvey]

      CGUI, quando for gravar o podcast (se um dia gravar), comenta sobre a história do Solaire e de ele ser supostamente o Deus da Guerra, filho do Gwyn.

      E também comenta sobre a trolada do Miyazaki no DS 1 quando ele disse que o pingente que você escolhia como gifth guardava um segredo foda do jogo

      e depois de 1 ano de busca (os jogadores procuraram em todos os cantos do jogo) ele da uma entervista falando que tudo era zoeira HUEHUEBR

      • Há, pode deixar…
        Miyazaki é MUITO amor, HUUHHUHUHEAUEUAHUEUh
        <3

        • [Better Call Harvey]

          AUShuaHSUhuaHUShuHAUHuA aquilo foi fodaaaaa

          seria mais foda ainda se ele mantivesse essa história.

          Ainda mais quando você só acessa a DLC por meio de outro pingente.

          Esse “mistério” ia ser tão foda quanto o segredo de Shadow of Colossus

      • Frogwalken

        Eu li ” Filho da Gwen ” , que me lembrou…

        http://www.superamiches.com/wp-content/uploads/2014/05/181.jpg

        BWAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    • Aperipê

      Topar eu topo, mas não sei se serie de muita ajuda, so jogo até terminar e não fico re-jogando para platinar ou descobrir segredos. Até tento me iludir dizendo que vou voltar mas nunca volto.
      Sempre jogo sozinho e de mago(todo rpg jogo com essa classe)
      Joguei o Demon´s, Dark I e bloodborne. E todos apenas a versão sem os DLC´s(o DS III só quando baratear e o DS II provavelmente nunca)
      Então não sei se acrescentaria algo de útil. Mas se quiser ouvir historias de ódio e tristeza, é comigo mesmo.

      • são as historias que valem, amiche…
        eu aviso caso role mesmo :D

    • O Impronunciável Zweist

      Sou favorável. E devemos chamar Godoka também, pra dar aquela equilibrada.

    • Eu conheço muita coisa, se quiserem é só dizer o dia

      • vou marcar aqui e aviso todos vcs…. posto lá no facebosta também (se ajudar alguma coisa :D)

  • Frogwalken

    Rei Godoka: SIR GARIBA!

    Sir Gariba: Chamou meu Rei?

    Rei Godoka: Você deve ir enfrentar uma caralhada de monstro perigoso para resgatar minha amada filha A PRINCESA GOSTOSA DE 18 ANINHOS!

    Sir Gariba: E o que eu ganho com isso?

    Rei Godoka: Um SUCO DE LARANJA DE 5 LITROS TOTALMENTE NATURAL, A MAIOR DAS DELÍCIAS DEPOIS DO MORANGUINHO MALLANDO!

    Sir Gariba: Porra, EU TOPO!!! A título de curiosidade, por que não chamou o Sir Vinnie para essa empreitada?

    Rei Godoka: Porque ele saiu batendo o pé na porta gritando

    ” FOOOOOOOOOOOODA-SEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE ”

    Sir Gariba: Ah tá!

    • PCB

      Com o nariz que tem, o Gariba precisa de um elmo tipo o da sétima imagem, desses que se alargam na frente.

  • Bob Balburdia

    Pelo que deu pra entender, o grande “charme” do jogo é a dificuldade.

  • ✪ Bulma Pelada ✪

    Estou tentando novamente “jogar a vera” o DS1, depois de passar raiva várias vezes e deixá-lo de lado. Dark Souls sem ser difícil não é Dark Souls!