Chakan – O outro homem eterno

hqdefault

O passado às vezes volta para lhe perseguir.

 

Há eras atrás, em 2008, eu frequentava o fórum do Outerspace. E escrevia ali as vezes. Era uma parte que nem me lembrava muito da minha vida. E quando lembrava, era sem orgulho.

Então recentemente, um comentarista me lembrou disso. E resolvi rever o passado.

Mas para fazer direito, fiz em vídeo. Vou deixar o texto original abaixo. Sem modificações, nem ortográficas. Só as imagens que não estou com paciência para reproduzir exatamente como estavam. É sinceridade assim.

Mas de boas, só vejam o vídeo.

 

O post original

Chakan é um poderoso guerreiro, tão poderoso e confiante que declarou que nem a Morte poderia derrota-lo. Foi então desafiado pela própria Morte, que lhe fez uma proposta. Se Chakan vencesse o duelo, ela o tornaria imortal. Se perdesse, se tornaria escravo da Morte para toda a eternidade.

A batalha durou muitos dias. E Chakan derrotou a Morte. Mas foi enganado. A Morte lhe deu mesmo a vida eterna. Mas não juventude. Ele foi se tornando um ser horrivel, condenado a viver até eliminar todo o mal sobrenatural. Só então ele vai poder descançar.

Chakab está armado com duas espadas e pode encontrar outras armas como uma foice, um machado, um martelo de guerra e um tipo de gancho. Fora isso ele pode coletar vários tipos de frascos com poçôes elementais que podem ser combinados para criar muitos efeitos mágicos, como colocar um efeito elemental na arma, saltar mais alto ou se tornar invisivel.
Chakan também conhece muitos movimentos como saltos giratórios, rolamentos e segurando o botão de ataque, Chakan fica parado e ataca em oito direçoes.

O jogo começa em um tipo de plataforma onde se tem acesso aos quatro estágios. Cada um é baseado em um elemento (água, terra, fogo e ar). É necessário voltar algumas vezes para cada porta para encontrar os chefes.

Após eliminar os quatro chefes terrestres (ou seja os que estão na dimenção fisica), é necessário ir para as quatro fases elementais.

Embora seja imortal, Chakan não é invulnerável e se tomar muito dano, retorna para a plataforma "cósmica" inicial. O mesmo acontece se a ampulheta que marca o tempo se esgotar.

Há muita variade em Chakan. Os estágios são bem diferentes uns dos outros e transmitem bem a idéia de cada um dos locais, sejam no mundo fisico, sejam nos planos elementais. E nos planos elementais se tornam ainda mais belos e sinistros.

A animação de Chakan é bem feita, mas não a dos vilôes. Há pouca variade deles em cada fase.

A música é sombria e sinistra, bem ambientadas no game. Muito adequadas e marcantes. Os efeitos entretanto não se destacam muito. Tem realmente alguns muito boms, como o grito do Chakan ao ser destruido e alguns outros, mas a maioria é apenas bom

Dificil. Muito dificil. Não há fase fácil em Chakan. Os inimigos são dificeis em algumas, outras tem saltos dificeis. Outras tem os dois. A sua única chance de vencer é com muita habilidade e um bom uso das poções.

Como tecnicamente tem vidas infinitas (você morre e volta para a Plataforma) você pode tentar o quanto quiser. A dificuldade pode ser frustrante às vezes. Mas as poções voltam para o lugar se você sai da fase. Então é possivel juntar as que lhe serão mais úteis.

bk00001

Chakan é um exemplo de como o Mega Drive se prestava bem ao tema de horror e conta uma boa história. Talvez por ser baseado em uma revista em quadrinhos cult.
Cada fase é precedida por uma narração em que Chakan fala sobre o lugar ou os horrores que nele habitam – Elkenrod (que antes curava as pessoas, agora tornado em um ser grotesco e maligno), a Rainha Aranha (cujas crias grotescas estão aumentando de número e escavando cada vez mais fundo na terra), Mantis (uma criatura sub-aquatica que criou um exército e uma torre gigante para se proteger), o Dragonfly King (que vem de um tempo pre-historico, onde sua espécie dominava a Terra).

cf0f3574c2401e015f8f60842dc3e1b6_l

Zweist, 29 Maio 2008

FIM

Talvez eu procure outros dos meus antigos rastros pela internet e dê um reboot/remake/rebirth/marvelnow neles. Pode ser.

  • Deve ser difícil pra um highlander lembrar de todas as eras que viveu, ainda mais pro Zweist, que fez muita coisa da qual ninguém se orgulharia nelas.

    • O_Comentarista

      Zweist venceu a morte num jogo de truco.

      • Frogwalken

        Só que o Dr House tava passando as dicas pra ele pelo telefone! =D

  • Só porque o Zweist pediu, quando o Vinnie menos esperar, vou dar aquele abraço bem apertado nele por trás.

    • Frogwalken

      Sir Vinnie precisa fazer gameplay de Ghouls’n Ghosts! =D

  • O_Comentarista

    Eu me lembro desse jogo. Só finalizei ele pq usei “truques e dicas” mostrados na Ação Games.

  • Anubis_Necromancer

    CAra… esse jogo, mas esse jogo é dificil pra caramba.
    Vai ver porque em alguns momentos, o controle é bem escroto.

  • Frogwalken

    Ah Chakan… Lembro quando muito putaço taquei o controle de Mega na parede! =D

  • Frogwalken

    Agora tem que rolar um gameplay de Demons Crest! =D

    ( será que esse jogo hoje em dia daria treta? )

  • Bob Balburdia

    Lembro de ir na locadora e ficar admirando o poster desse jogo.

  • Jogo difícil pra porra!

    • Frogwalken

      Demons Crest também! =D

  • Senhor Suíno

    Ninguém aqui LEU Chakan? Não é cult. É um fanzine, tão ou mais amador que o Grendel do Matt Wagner no início. E nunca se aprofunda nas outras dimensões como no jogo.
    É um jogo com uma bela estética, mas não é bom. Não é apenas difícil, mas parece que os designs de níveis não foram testados o suficiente, por isso o abuso do recurso do pulo duplo. E o som é uma merda.

    • Renver

      kkkkkkkkkkkkkkkk quanto ódio nesse coração…

      Jogo tem uma bela proposta. Mas a execução…

    • O Impronunciável Zweist

      Eu gosto das músicas do jogo, mas os efeitos são bem ruinzinhos realmente.

  • Pingback: cm54xtcn5wyxjcmt5neywtfasdw4cet()