Brasil Game Show – Indies

logo-bsg

Olhando pelos pequenos e comendo pelas beiradas.

 

No fim das contas, as produtoras indies me chamaram muita atenção. É sempre legal ver o que é possivel fazer com as ferramentas, talento e espirito hue.

Eu dei uma boa vasculhada e encontrei algumas perolas bem legais.

Trajes Fatais – Onanim

trajes fatais

Jogos de luta bem feitos são uma peça importante na cultura em geral e esse tem um baita potencial. É bonito e principalmente, muito bom. Os controles são simples. Há um botão apenas de ataque, mas eles variam de acordo com o tipo de direcional usado, o que pode resultar em vários tipos de golpes.

Há todo um pensamento em torno do equilibrio dos lutadores, desde os golpes, o sistema de combos e até a barra de energia, esferas, na verdade. Em breve faço um video mostrando a bagaça mais detalhadamente.

O site oficial: onanimstudio.itch.io

 

Magic Master – Mopix Games

Magic-Master-05-Fight-epic-battles-950x534

Tower defenses existem desde que o mundo é mundo e existem aos montes. Mas é bom ver quando algo diferente e interessante é feito. Esse já foi lançado dia 1, na App Store e no Google Play, é de grátules e bem legal.

Você controla um mago numa torre e deve obliterar as hordas que avançam contra sua simpática construção. E digo isso porque os gráficos e artes são pra se destacar. Para acabar com essa cambada você conta com magias que podem ser usadas separadamente ou em combos. Realmente digno de nota e se separa da multidão de towers defense.

O site é este: mopix.com.br

G.U.T.S. – Flux Games

guts

 

O que dizer de um jogo de luta que permite que o combate continue mesmo que o lutador perca os braçoes e as pernas? Um fighting cotoco? Nice. Numa sociedade num futuro não tão distante, um reality show criado por um cientista louco dá para o publico todo o necessário para distrai-los. Que é gente sendo espatifada em combates letais.

O jogo é engraçado pacas, e bem executado. Cada membro perdido afeta sua combatividade, e as vezes, ser reduzido a um cotoco pode ter vantagens, como dificultar para o oponente te acertar. É como Mortal Kombat, mas engraçadão.

A ideia é lançar a versão final no segundo semestre de 2017. Vê lá: playguts.net.

 

Holy Avenger – Messier Games

holyavenger-titulo

Não vou ficar aqui discutindo méritos de Holy Avenger. O fato de ter sido publicado do começo ao fim já foi sem precedentes.

O jogo assumiu a legitima forma de um beat´em up. Um dos diferenciais é que é possivel trocar entre os quatro personagens, Sandro Galtan, Niele, Tork e Lisandra, a qualquer momento e fazer uso das habilidades especificas de cada um, o que vai além do usual “personagem fraco e rápido, equilibrado e lento e forte”. O boss da demo é bem dificil, a fase em si, nem tanto, na medida. Está bem bonito aos olhos e a trilha sonora, é excelente.

Então pra dar uma olhada: messier.com.br

Tiny Little Bastards – Overlord Game Studios

tiny little bastards

Uma história que todos podemos nos relacionar. Três irmãos vikings tiveram sua breja roubada por goblins. Não é dificil imaginar até onde se iria por cerveja. Ou depois dela. Então eles precisam lutar em um plataformer com elementos de RPG, que pode ser tanto single player quanto co-op.

Então é necessario abrir seu caminho à porrada e juntar habilidades para avançar. É bem mais elaborado que média dos plataformers,  com movimentos de bloqueio, contra ataque e outros pequenos detalhes. A arte também é muito legal, em especial os goblins, umas tranqueirinhas bem engraçadas.

E como esse é o terceiro paragrafo, aqui está o site: www.overlordgamestudio.com/

Alkimya – Bad Minions

alkimya

Opções, muitas opções. Um sujeito chamado Seth acorda meio desmemoriado e acompanhado de um homunculo. Usando conhecimentos de alquimia que ele reteve, ele precisa sobreviver e descobrir quem é.

Então você tem os quatro elementos básicos. E outros como metal. E vários tipos de frascos efeitos diferentes. E então é possivel juntar elementos para criar outros. E usa-los de forma diferente com cada tipo de frasco, ou, se você for mais pragmático, reforçar sua espada. E os visuais e jogabilidade não ficam para trás. É preciso uma dose de criatividade para avançar. Fico perplecto.

O site do estudio, para ver o que rola: badminions.com

MegaCityCopter 

megacity

Pense numa mistura do conceito de Crazy Taxy com a sensação de voo de Pilotwings e dá pra ter uma idéia básica.

Você  pilota vários modelos de helicopteros em uma cidade enorme fazendo coisas como corridas de obstaculos, serviços de taxi aereo e outros. Os controles são otimos e sua máquina voadora responde muito bem. Os gráficos são minimalistas, mas muito bonitos e a cidade que vi na demo é impressionante tanto pelo tamanho quanto pela enorme variedade das construções.

É possivel acompanhar o andamento do projeto por aqui: megacitycopter.com

A Treta dos Irmãos Piologo – 2Dverse Studios

piologo

Bom, as obviedades já estão acima. É um jogo dos irmãos Piologo e em 2D. A trama é simples. Ricardo dá um rage após anos de surras e leva todos os consoles de Rodrigo para um mundo virtual. É o bastante para se iniciar uma caçada por plataformas várias.

Então há toda a, digamos, mitologia, dos Piologos no jogo, na forma de armas, como o pintinho que não tem toba e naturalmente explode, mestres como Chuq Noia e Tomelirola e ataques especiais como o Meteoro de Chessus e a Avaiana de Pau.

O site oficial do estudio: 2dversestudio.com/

Todos esses jogos vão ter uma olhada mais detalhada posteriormente. Conforme forem ficando disponiveis, vou postar analises mais detalhadas, entrevistas e coisas e tals.