Brasil Game Show 2017

BGS PT 1

Apesar do inesperado

De volta à sua casa original na Expo Center Norte, a décima edição da BGS, veio com a promessa, meio que cumprida, de ser a maior de todas, com mais expositores, jogos e tudo. Mas é notável a ausencia novamente da Nintendo, que está fazendo jogo duro.

Vamos começar com um pedido de desculpas. Mas não se acostumem com isso. Graças a problemas técnicos, apenas parte do que filmei e fotografei ficou disponivel e/ou aproveitável. Quem sabe esse material perdido pode aparecer de surpresa?

Isso iria me surpreender também.

Primeiro vamos ao video.

 

 

Vamos mostrar então os que estavam ali e que dei uma olhada.

CALL OF DUTY: WORLD WAR II – Activision

c9-ahsquiaathb_9jm6

Mais um ano, mais um Call of Duty, mas desta vez voltando à suas raízes na Segunda Guerra. Não vi nada de novo e espetacular, mas admito que sou meio enviesado quanto à isso.

SOUTH PARK: THE FRACTURED BUT WHOLE – Ubisoft

1504923691_1474037574_south-park-the-fractured-but-whole_story-840x440

Ok. Esse eu admito que é mais minha praia, principalmente depois do excelente jogo anterior. Aqui parece que os caras foram ainda mais longe, com direito a lapdance e drinks de porra. O sistema de combate, que nos videos tinha achado confuso é bem simples na verdade, mas tem certa profundidade. E a versão dublada em brasileiro do Brasil tem as vozes do desenho.

YOKAI KILLER: SHUTEN DOJI – Dark Paladin

 

ykcover

 

Um metroidvania muito bem feito e com umas boas sacadas nos controles, em particular um sistema de esquiva que muito me apeteceu. O jogo está em alpha, mas passa uma ótima impressão já. Ele tem uma história que não é só uma colcha de mitologia japonesa que aprenderam assistindo animes. É uma coisa bem pesquisada e calcada em lendas antigas.

Cliquem na imagem para ir na página do LivroCara da produtora e manter esse jogo no radar.

BLACK IRIS – Hexa Game Studio

HEXA_GAME_STUDIO-Black-Iris

Esse aqui impressionou bastante tanto pela excelente historia, sistema criativo de itens e magias, gráficos bonitos e uma jogabilidade que não esconde sua influencia de Dark Souls, o que é uma coisa muito boa à meu ver.

Isso garantiu que eu estivesse em território familiar e ainda assim, inexplorado, por causa da adição de elementos bem criativos, como o uso de diferentes espadas para diferentes habilidades. Use uma espada que lhe permite usar magia de cura e vai ter que sacrificar seu parry e esquivar mais, por exemplo.

E clique na imagem também para ir para a página da produtora.

A PRISIONEIRA DA NOITE -Rmal

A PRISIONEIRA DA NOITE

O estande da Rmal tinha dois jogos, o já disponivel e hilário shooter A Grande Bagunça Espacial e o vindouro plataformer A Prisioneira da Noite, que já recebeu greenlight na Steam para ir pra frente. O que me chamou atenção em ambos os jogos foi a direção de arte e a musica. Coisa finissima.

Na imagem dá pra ir até o site da produtora e baixar a demo, onde você tem que conduzir a menina Nartide e evitar mortes horriveis ou comprar o jogo do motoqueiro Waldisglédson. Aconselho a fazer ambos.

ESQUADRÃO 51 – Loomiarts

esquadrao 51

Jogo de navinha. Como melhorar e se destacar? A solução foi fazer um jogo em preto e branco, mas com efeitos de luz fantasticos, gráficos muito bons, música excelente e todo um climão daqueles filmes de alienigenas dos anos 50 tipo, Plan 9 from Outer Space ou This Island Earth, com direito a discos voadores que balançam como se estivessem pendurados com barbante.

Isso não bastaria se a jogabilidade não se sustentasse por si só, e esse jogo não se permite falhar nesse ponto, então é aquela boa dificuldade clássica de jogos de nave, que recompensa a memorização de padrões de ataque. Cliquem na imagem e…. quer saber? Interpretem que todas as imagens levam para o site da produtora ou ao Facebook da mesma. Não vou ficar repetindo.

GRAN TURISMO SPORT – Sony

Gran Turismo Sport visited at www.games.ch

Gran Turismo é ainda Gran Turismo e o padrão ao qual os outros são comparados, por mais que a competição tenha melhorado, ainda é pra ver quem chega em segundo. O ponto positivo da grande distancia entre o lançamento dos jogos, o que acaba criando uma expectativa da chegada do próximo titulo.

FAR CRY 5 -Ubisoft

fc5-wideart-table-search_thumnail_290060

Far Cry é meio que um exemplo do que falei acima. Os jogos não tem uma grande distancia uns dos outros, e para uma série que introduz mudanças aos poucos, isso não é bom. Mas Far Cry 5 parece ser bom mesmo se excetuando toda a polemica que se fez, ou se está tentando fazer, ao redor do tema do jogo, o primeiro que se passa nos Eua e é sobre enfrentar um culto apocaliptico que tomou parte do território.

A jogabilidade é aquele Far Cry de sempre, nada de novo, mas não decepciona. A melhor parte da demo era um caminhão imenso, pintado como a bandeira e que era pura Liberdade movida a diesel.

NEED FOR SPEED PAYBACK – EA

need

 

Já Need for Speed é o contrário. É uma série que está constantemente tentando se reinventar, ou redescobrir, com variados graus de sucesso. Aqui temos influencias de Velozes e Furiosos na historia, Burnout nos acidentes dos outros veiculos e, pasmem, Battle OutRun, em ter que perseguir e danificar outros veiculos e até caminhões.

Apesar de um ou outro problema técnico ali, é aquela coisa de Need for Speed. Melhorou muito depois que abandonaram aquele monte de neon muitos anos atrás.

Eu ia colocar tudo aqui , mas acho que já está bem grande, então vou fazer uma parte dois. É só ir lá pra ver o restante.

  • [Better Call Harvey]

    Nintendo FDP!! Quando tem a oportunidade de mostrar seu novo console, pra um mercado grande e com isso, quebrar barreiras e preconceitos e conseguir retomar uma fatia do mercado ela simplesmente, NÃO VAI!!

    Imagina um estande com Mario Odissey e Zelda Halito do Campo pro Switch e vários 3DS pra jogar…BURROS!!

    Kojima caguei, ele acertou em MGS1, estragou MGS2 (com seus 500 plot twists) e depois disso, jogou a franquia na merda, MGS4 é pra mim o PIOR JOGO QUE JA JOGUEI NA VIDA

    • PCB

      Cara, a Nintendo não colocou ainda um simples app de Netflix no novo console dela…

      • [Better Call Harvey]

        Vdd, e fora isso, pra um primeiro ano de Nintendo Switch, um Zelda e um Mario é muito pouco, ainda mais sabendo que nao teve nenhum lançamento de Third relevante

        • Aquaman, O Lego Emo

          Fica difícil de ter…já que o vídeogame num guenta os jogo.

          • [Better Call Harvey]

            O medo é comprar o Switch e só ter esse Zelda e só esse Mario. Tudo bem que a nintendo tá demorando pra produzir seus jogos e quando lança eles são ótimos, mas ela demora muito pra isso.

            E sobre o Switch ser menos potente eu não sei, as vezes as thirds tem má vontade com a Nintendo e vice e versa. Mas bem que a Nintendo podia ter lançado um videogame mais normal, com a potência de um ps4 que já ta ai no mercado pra ser estudado e copiado desde 2013.

          • Aquaman, O Lego Emo

            Mas os jogos da Nintendo, pelo menos, dão de 1000 a zero nos outros. Pelo menos isso.

          • [Better Call Harvey]

            Sim, da geração PS3, 360 e Wii os melhores jogos pra mim foram os Mario Galaxy, depois vieram Red Dead Redemption e Dark Souls.

            O problema é comprar um videogame pra rodar apenas 4 jogos da nintendo.

    • Frogwalken

      HERE’S TO YOU, EVANDRO AND HARVEY

      REST FOREVER, HERE IN OUR HEARTS

      THE LAST AND FINAL ORANGE JUICE IS YOURS

      THAT DELICIOUS IS YOUR TRIUMPH… HE HAS THE MUMMIES!

    • Aquaman, O Lego Emo

      Cale sua boki. MGS3 é um dos melhores gaymes de todos os tempos.

      • [Better Call Harvey]

        MGS3 parei na parte que o Naked Snake luta contra o cara invisível. O jogo não é ruim, mas pra mim ficou meio cagado jogar com o Big Boss ao invés do Snake de várzea.

        E passar 90% do jogo no meio do mato, NÃO É METAL GEAR. Podia ter umas partes no mato, MAS O TEMPO TODO NAO CARAI.

        • Aquaman, O Lego Emo

          AIN NUM É METAL GEAR

          Só é o melhor metal gear. Eu que nunca curti muito a franquia, quando peguei esse jogo pra jogar recentemente, achei tópissimo. SOBREVIVER. NA FLORESTA. COMENDO COBRA. SE ESCONDENDO NO MATO. USANDO MÁSCARAS TOSCAS. QUE JOGO.

          • [Better Call Harvey]

            De todos que joguei, o melhor é sem dúvidas o remake de MGS1 pra gamecube TWIN SNAKES.

            é o jogo original, com gráficos e mecânicas do MGS2.

            MGS3, pra ser top, tinha q ter o Solid Snake e uma instalação fodona no meio do matu, com você alternando entre dentro e fora do prédio, mas não andando a esmo pela selva

          • Aquaman, O Lego Emo

            Vc esta muito preso a esses dogmas. Aí fica dificil curtir. Tendo stealth e funcionando bem, que mal tem?

            E a historia do big boss e fodida de boa. E os coadjuvantes do jogo tbm são TOPzera.

          • [Better Call Harvey]

            Pode até ser… vou rejogar ele, até porque é o único que falta pra zerar.

            Ai te falo se mudei de opinião ou não.

  • O_Comentarista

    Curioso foi ver o Zweist focar em jogos indies.

    • [Better Call Harvey]

      ele só deve fazer isso quando usa o boné da CUT

    • O Impronunciável Zweist

      Os grandes não precisam de gente falando deles. E de mais a mais, tinha menos fila.

  • Frogwalken

    Eu só queria… Um novo Silent Hill…

    • o Inconcebível Bob Balburdia

      E eu só queria ser o Batman!
      mas ninguém pode ter tudo o que quer, não é?

      • Frogwalken

        MIDIRA! Você queria era a MARGOT ROBBIE VESTIDA DE BÁTIMA!!! =P

        • o Inconcebível Bob Balburdia

          MESMO VESTIDA DE BÁTIMA ELA CONTINUA MUITO GOSTOSA!!!!

          • Frogwalken

            ELA SEM NADA FICA MELHOR AINDA!!! =D

            Ah sim estou matando a vontade vendo um video sobre as criaturas MANEIRAS de Silent Hill.