A DC acerta com a Batmoça

#partiu

#partiu

 

Finalmente um gibi da DC pra moçada que nasceu depois de 1995.

Na ultima semana a DC anunciou a nova Batgirl que sairia no número 35, com a equipe criativa de Cameron Stewart e Brenden Fletcher no roteiro e Babs Tarr na arte. Imediatamente depois, a Internet entrou em polvorosa, com comentários positivos e mais fan art que o Hora da Aventura. Por quê?

Simplesmente porque acertaram no alvo.

A DC chegou a declarar que faziam ” quadrinhos para o publico de 45 anos”, o que é decepcionante, já que os maiores consumidores de entretenimento são a molecada. E onde eles estão? Primeiro, eles estão cagando e andando pra Future’s End e segundo, eles estão no Tumblr , Twitter, Instagram ( evitando o Facebook ) e não na comic book shop.

O que a DC fez? Chamou uma artista popular nas redes sociais. Babs Tarr é conhecida pelos fan arts de Sailor Moon e pela ilustração rápida, feliz e dinâmica. O público de tumblr quer ver novidade constantemente e é isso o que ela entrega. Quando viram a nova Batgirl ( que foge completamente dos padrões de arte que o Jim Lee estabeleceu nos Novos 52 ), então a criançada não parou de compartilhar. O que gerou uma segunda febre:

Fan art para todo o lado.

Todos os ilustradores de tumblr e twitter começaram a produzir fan art da Batmoça que tira selfie no shopping, que toma chá de manhã sem ter dormido na noite passada, que vaga a noite atrás de encrenca ( ela ainda luta contra o crime ) e que sabe se defender. Ainda tem mistério sem apelar pro decote.

Pode ter sido só uma febre passageira, mas despertou a curiosidade de novos leitores, não só em idade mas em sexo.

 

Cameron Stewart diz: "Uma menina se sentido inspirada pela Batmoça vale mais do que 20 caras falando que o uniforme novo é 'hipster'.  Moms Read Comics diz: "Minha filha e eu demos high-fives porque percebemos que podemos ler a proxima Batgirl juntas."

Cameron Stewart diz: “Uma menina se sentido inspirada pela Batmoça vale mais do que 20 caras falando que o uniforme novo é ‘hipster’.
Moms Read Comics diz: “Minha filha e eu demos high-fives porque percebemos que podemos ler a proxima Batgirl juntas.”

 

E para a geração que não está acostumada a frequentar as Comic Book Shops da America, a Batmoça explica o que fazer:

 

Ela agradesce aos fãs e pede que comprem o quadrinho na sua loja local.

Ela agradesce aos fãs e pede que comprem o quadrinho na sua loja local.

 

É o tipo de reação que você via somente em redes sociais atingindo uma mídia tradicional que está em consideravel declínio se comparada com que já foi no passado. É realmente inspirador, não só para novos leitores, mas também para jovens criadores que agora vêem que é possível trazer sua indentidade visual para um público cada vez maior.

 

Mike Mitchell

Mike Mitchell

Mingjue Helen Chen

Mingjue Helen Chen

Ron Chan

Ron Chan

Becky Cloonan

Becky Cloonan

Geryri

Geryri

  • charlene_a_empregada

    Achei demais desde a primeira vez que eu vi, não vou comprar e nem vou ler, mas cacete, só de ter uma personagem feminina sem peitões e sem decote, já vale a tentativa, cansado de quadrinhos serem um antro de punheteiros, nunca entendi alguém bater uma pra uma pin do Jim Lee, COMPRA UMA PLAYBOY SEU FÉLA DA PUTA!

    • Omega

      Tou até pensando em encomendar com uma importadora, só pra ter. Mas é isso mesmo, tb tou gostando de ver essa levada Girl Power sem apelação machista.

      E o uniforme não é armadurinha com gola em V do Jim Lee, já ganhou pontos por isso.

  • O_Comentarista

    Como eu disse no BdE, a Batgirl virou uma 9vinha perigosa…

    DC acertando? Não existe!

  • Reverendo

    Essa Batnovinha é a Barbara?

    • Omega

      Ela mesmo. Gail Simone que escrevia a HQ até então diz que a personagem passou por uma clínica na Africa do Sul e saiu curada.

      É só desculpa pra ter a Barbara Gordon de volta. Eu não me importo pra continuidade de anos sendo quebrada, desde que as historia sejam boas.

      • Reverendo

        Se o Batman se recuperou no 3º filme com o Bale .. Pendurado em uma prisão …eu não duvido mais de nada hahahaha

      • Felipe P. Silveira

        Essa de nego reclamando que a Barbara voltar a andar tira peso da Piada Mortal é idiotice. Voltar a andar, principalmente em um mundo fictício de super heróis, já era para ter acontecido a muito tempo. Agora, é como você falou, a historia tem que ser boa. É tipo a volta do Bucky e do Jason Todd, quando se fala em retcon nego já sai dizendo que é uma merda, mas a volta do Bucky foi boa, o personagem, Soldado Invernal é foda, porque foi escrito por um cara muito bom, Brubaker. Já o Jason Todd, nem falo mal dos socos na realidade, é uma bosta, porque o personagem é chato, as historias em que ele volta pra atazanar a Morcega são uma merda.
        Tudo termina no : Se for uma boa historia, que se foda a cronologia, as HQs clássicas não vão desaparecer.!

        • Omega

          Falou tudo.

        • Caio Egon

          tirar o peso não, mas ela era muito melhor como oraculo(aleijada ou não) do que jamais foi como batgirl e como dizem, personagens fortes em minoria estão em falta

  • Dr. Manhattan

    Putanheiros do mundo… UNI-VOS!! A novinha tem que ter decote e ser gostosa, senão, não compensa o download UEHUAUEHUEHUEHAUEHUEHAUHEUHEUAHE

    Boa iniciativa… “se bem executada, pode dar certo”…

  • Achei da hora a iniciativa, pena ela ainda ser ruiva.

    • Polvo Aranha

      Pena por que? Nem sempre azul é a cor mais quente.

    • Caio Egon

      pena ela não está numa cadeira de rodas, mas não deixa de ser uma boa e bota tatuagem na novinha também

  • Polvo Aranha

    Essa Batgirl tá ótima.

  • Uplan Uplantional Uplaniano®

    Vai ser ainda mais chocante durante o reboot de Piada Moral.

  • GandalfKenobi

    ” Uma menina se sentido inspirada pela Batmoça vale mais do que 20 caras falando que o uniforme novo é ‘hipster’.”

    Pronto machinhos do MDM! Agora, calem a boca, calem a boca!!

  • Super_man

    Uma surpresa também é Superman & Wonder Woman. A HQ, que foi criada como caça niqueis, surpreendeu com o seu sucesso em vendas, não só entre leitoras mas também entre leitores pois a HQ está na 13ª posição entre as mais vendidas. Sem falar que nas redes sociais existe uma cassetada de desenhos de fãs e de fotos de casais fazendo cosplay.

    O que acho interessante pois mostra que as mulheres não se contentam mais em ser a mocinha em perigo, elas querem ser parceiras dos heróis.

    • Omega

      Parceiras ou heroínas por elas só. Outra que eu curti também foi a Ms Marvel, não só descobrindo os poderes mas lidando com o perrengue familiar que é ser paquistanesa nos Estados Unidos, filha mais nova em um família religiosa.

      • Super_man

        Meio dúbio esse de serem heroínas por elas mesmas pois a HQ da Mulher Maravilha não chega nem perto do que vende S&W. Mas vai querer entender um mundo em que milhões de mulheres compram livros com Crepúsculo e 50 Tons de Cinza?

        • Omega

          Haha, pois é.

          Eu acompanho criadoras independentes, com personagens que podem ser independentes ou não, mas vou te dizer que fogem bastante do machismo nosso de cada dia. Um dia eu compilo todas em um post.

          • Super_man

            Acusam os homens de estereotipar as mulheres como objetos sexuais, mas as próprias se estereotipam como seres indefesos que precisam de um homem para dar sentido a suas vidas…. Mundo doido.

            Mas espero pra ver que são essas autoras.

  • Essa é a DC de várzea, a DC que costumava chutar os bagos da Marvel.

    Gostei :)

  • O Impronunciável Zweist

    Vou comprar/ler/roubar por curiosidade, principalmente por um motivo, aparentemente a DC entendeu que não pode alienar uma parcela de fãs em potencial, no caso garotas e meninas, para agradar os gordos putanheiros sebentos.

    Os Titãs e o bando do Red Hood já deram uma cagada violenta no público que gostava dos desenhos dos Jovens Titãs por exemplo.

    Sinceramente, gostaria que esse tipo de atitude fosse repetida em outros personagens, que tem fanarts melhores do que qualquer coisa saida da cabeça de Jim Lee.